Ano do laicato

Leigos: a Igreja em saída – Batizados são chamados ao serviço do Reino de Deus

Com uma procissão de pastorais, começou a missa do dia do leigo, que abriu o Ano do Laicato. Padre Denzil Crasta afirmou que cada um é peça chave nos trabalhos da Paróquia e na construção do Reino de Deus.

Domingo, dia 26/11, também foi dia de celebrar Cristo Rei do Universo. “Nosso Rei é pastor, misericordioso e juiz. No dia do julgamento final. Ele vai separar os justos dos injustos. Não vai condenar ninguém, as próprias pessoas é que se condenam ao decidir praticar ou não as Obras de Misericórdia, como assistir os doentes, dar de comer aos famintos e visitar os presos”, explicou o pároco do Verbo Divino.Cristo Rei

O convite de Cristo, então, é para que os leigos pratiquem o amor e se coloquem à disposição do Rei. “Eles são chamados a edificar os valores do Reino de Deus na sociedade. E quais são os campos de missão? Primeiro, nas nossas famílias, levando as crianças e jovens à Missa, ensinando valores cristãos dentro de casa. No trabalho, é não ter medo de falar sobre Jesus, de declarar ser cristão e, nas pastorais, vestir a camisa e trabalhar”, esclareceu o padre.

Jesus não assumiu seu reino nos momentos bons, como na transfiguração no Monte Tabor, nas pregações, nas sinagogas. Ele escolheu a simplicidade, a humildade: a cruz como trono e uma coroa de espinhos. “Assim devem ser os leigos. No trabalho pastoral, ninguém é melhor do que ninguém. Todos temos algo para doar na construção desse Reino.” E o padre terminou sua homilia convocando os batizados: “Participem das pastorais, todos têm seu lugar. Não faltam vagas. E participem também das atividades do Ano do Laicato”.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *