Vigília

Noite de vigília, gratidão e reflexão

O Natal está batendo à nossa porta, portanto, é tempo de voltar o coração a Deus! Essa mensagem ficou em destaque na liturgia de hoje. “É tempo de alegria e gratidão. Na 1ª leitura, Ana é movida pelo amor a levar Samuel até o templo e a agradecer por Deus ter ouvido sua súplica. No evangelho, Maria louva e reconhece tudo o que Deus fez por ela em seu Magnificat”, explicou o padre Denzil Crasta.

VigíliaPrecisamos manifestar a nossa gratidão a Deus. E por que fazer isso? O paroquiano Weverton Pereira Magalhães, membro da Renovação Carismática Católica, deu uma ajudinha na reflexão. “Foi no presépio, que a gente acha tão bonito, que começou a humilhação de Deus. Ele preparou Maria desde sua concepção, preservando-a do pecado original, planejou tudo, desde a manjedoura, porque já sabia que o Filho dela iria sofrer. Aqui começa o plano louco de Deus que se fez homem para nos salvar”, esclarece.

E, como estamos no Ano do Laicato, foi preciso explicar a ligação desse dom da gratidão com o papel do leigo na Igreja, que é o de servir Jesus. Já parou para pensar se você tem sido mesmo um leigo na Igreja ou um leigo da Igreja trabalhando no mundo? Sua vida tem coerência com sua fé? Weverton enfatizou o exemplo que o leigo precisa seguir: “Muitos amigos e familiares jamais abrirão uma bíblia, mas se nós formos uma bíblia para eles, eles vão se converter. Que eu tenha coragem de ser leigo em missão no mundo e não só uma pessoa escondida na Igreja”.

Nesse tempo tão curto que ainda falta para o Natal, ainda é possível agir de forma concreta: fazer as pazes com um parente ou vizinho, dar mais atenção aos seus filhos,um beijo na esposa, cumprimentar quem passa na rua e desejar sinceramente que paz de Deus esteja com ele. Nada que nos arranque um pedaço, mas que demonstre que somos espelhos de Cristo, gratos a Ele por todas as maravilhas que o Senhor faz em nossas vidas. Glórias e louvores a ti, Senhor!

 

VEJA AS FOTOS DA VIGÍLIA DE NATAL

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *