Agosto – Mês vocacional – Apresentação da Pastoral das Artes

O mês de agosto chegou ao fim e, em seu decorrer, muitas coisas aconteceram em nossa Paróquia. Neste mês dedicado às vocações, a cada domingo uma vocação foi celebrada. Foram muitas atividades: No dia 5, O Dia do Sacerdote, no domingo seguinte, durante a Semana Nacional da Família, tivemos diversos eventos iniciando com o churrasco dos pais, no dia 11 e finalizando com o casamento comunitário, no dia 18. No dia 19, em que se comemorou a vocação à vida consagrada, tivemos o Jubileu dos 50 anos das Irmãs Vanilda, Eugênia e Patrícia, e por fim, no último domingo, dia 26, foi a vez da vocação dos leigos e leigas, em que se celebrou o dia do catequista.

Os eventos não pararam por aí. A cada final de semana, na missa das 19h dos domingos, a Pastoral das Artes, trouxe mais uma inovação junto a esse mês vocacional, apresentando para a comunidade uma pequena peça sobre a família, cujo drama se desenvolvia durante a homilia. As encenações não eram longas, tinham em média 7 minutos. Vamos conhecer um pouco da história:
A família era composta por Ivonete (mãe), Fernando (pai), José (filho), Amanda (filha), Manuela (filha), Laura (filha) e Lucas (filho).
No primeiro final de semana do mês de agosto, tivemos a primeira apresentação em que foram homenageados os sacerdotes, onde o filho (José), diz à família que gostaria de ir para o seminário, para começar a sua missão. O enredo gira em torna dessa notícia.
No segundo final de semana, em que foi celebrada a vocação matrimonial durante a Semana Nacional da Família, foi-nos apresentado um pouco do carinho dos pais com seus filhos. A peça foi mais conduzida por Ivonete e Fernando, que discutiram um pouco sobre o crescimento de seus filhos, e o quanto a casa estava se esvaziando com o passar do tempo.
No terceiro final de semana, não houve apresentação, mas na quarta semana, eles voltaram com tudo, trazendo para nós a surpresa de Laura, dizendo que havia se tornado freira há algum tempo. Além disso, tivemos o destaque dos pais nos mostrando a importância de participarmos de alguma pastoral e sermos leigos firmes e engajados na igreja. Há espaço e opções para todos!

Texto adaptado – Pastoral das Artes

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *