Seresta de Natal – 8 de dezembro de 2018

Ao findar de mais um ano de intenso trabalho, realizações e muitas alegrias, mais uma vez nossa comunidade, se reúne para celebrar a vida!

Os sorrisos estampados nos rostos, iluminados por esse tempo solene que revigora a esperança das famílias, foram embalados ao som de Márcia Ayalla e Vilmar.

Quem ouviu, gostou, dançou, cantou junto e aplaudiu! Músicas que estavam na memória e no coração de todos fizeram parte do repertório que encantou aos presentes.

Crianças e jovens também prestigiaram essa festa e junto aos seus familiares se divertiram com muitas brincadeiras e conversas animadas.

Antes da ceia, Pe. Denzil fez a oração e, como sempre, agradeceu a todos os trabalhadores e à equipe de eventos que cuidou de cada mínimo detalhe, fazendo com que tudo saísse a contento e na hora certa.

Uma linda e rica mesa de Buffet, especialmente decorada, alegrou aos olhos e abriu o apetite dos comensais que se organizaram em filas e se serviram à vontade.

O sucesso do evento se deu com a colaboração dos fiéis que, atendendo ao pedido de nosso Pároco, fizeram suas doações, sejam de gêneros alimentícios, tempo ou trabalho, conforme a disponibilidade de cada um.

Que em todos os natais possamos viver uma linda experiência do amor de Deus com muita paz, harmonia e respeito ao próximo e que a cada iniciar de um novo ano, sejamos também nós renovados em nossas esperanças, enquanto aguardamos a vinda de Seu Reino de Amor!

“Havia nos arredores uns pastores, que vigiavam e guardavam seu rebanho nos campos durante as vigílias da noite. Um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor refulgiu ao redor deles, e tiveram grande temor. O anjo disse-lhes: “Não temais, eis que vos anuncio uma Boa-Nova que será alegria para todo o povo: hoje vos nasceu na Cidade de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor. Isto vos servirá de sinal: achareis um recém-nascido envolto em faixas e posto numa manjedoura”. E subitamente ao anjo se juntou uma multidão do exército celeste, que louvava a Deus e dizia: “Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens, objetos da benevolência (divina).” Depois que os anjos os deixaram e voltaram para o céu, falaram os pastores uns com os outros: “Vamos até Belém e vejamos o que se realizou e o que o Senhor nos manifestou”. Foram com grande pressa e acharam Maria e José, e o menino deitado na manjedoura.” (Lc 2, 8-16)

Confira aqui as fotos do evento

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *