Palestra: A família segundo o Plano de Deus – 14.8.2017

Ao som de fortes e lindos cantos de louvor e muitos clamores, o Grupo de Oração da Paróquia do Verbo Divino deu início ao rol de palestras previstas para a SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA.

Acompanhe alguns trechos da Palestra: A família segundo o Plano de Deus

Leitura Bíblica:

21Então o Senhor Deus mandou ao homem um profundo sono; e enquanto ele dormia, tomou-lhe uma costela e fechou com carne o seu lugar. 22. E da costela que tinha tomado do homem, o Senhor Deus fez uma mulher, e levou-a para junto do homem. 23. “Eis agora aqui, disse o homem, o osso de meus ossos e a carne de minha carne; ela se chamará mulher, porque foi tomada do homem.” 24. Por isso o homem deixa o seu pai e sua mãe para se unir à sua mulher; e já não são mais que uma só carne. (Gen 2,21-24)

O propósito de cada família é ser, de tal forma, obediente a Deus e amar, para que possa ser exemplo para outras famílias.

A família é a “menina dos olhos” de Deus! Todas têm problemas, mas Deus olha e zela imensamente por elas. Ele nos deu a Sagrada Família para ser o exemplo a ser seguido. Seu plano é que a família seja fortalecida.

Deus une pessoas de vivências diferentes para que cresçam na graça. É intenção de Deus que o casal cresça em santidade, compreensão, diálogo, amor e paciência, para que sejam salvação um para o outro.

As famílias não existem por acaso. Jesus nasceu dentro de uma família. A família deve buscar a santidade e seguir o exemplo de Maria, buscando a oração para que sua vida seja conforme o plano de Deus. A mulher deve ser parceira do marido e cada um tem seu lugar dentro da família. Quando a família não dá certo, é porque não se uniu com o objetivo de realmente aceitar o plano de Deus. Marido e mulher devem lutar por seus jovens e crianças. Está faltando o diálogo entre pais e filhos. É preciso ir contra o que o mundo prega.

Famílias santas, segundo a vontade de Deus, para orar, ir à igreja juntos, se perdoar, se amar verdadeiramente. O maior plano que o Senhor tem para as famílias é que sejam vitoriosas em Cristo. Assim nada abala a família. Unidas na alegria e na dificuldade. É primordial exaltar as qualidades e virtudes e tentar mudar os defeitos por meio da oração pela família. Vamos orar por nossas famílias. Combater as dificuldades com a ajuda de Deus, porque DEUS PODE!!! Ele ama as famílias do jeito que são e nós também precisamos amar e ser fieis na oração, estar atentos às ciladas, porque é justamente aí que o inimigo atenta.

Deus ama e se preocupa tanto com a família que a igreja estabeleceu a SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA! Um tempo de orações, palestras, conhecimento e missas voltadas para a família, para seu fortalecimento na fé, na santidade e no amor!

Palestrantes: Gilberto e Nádia – Paróquia Nossa Senhora Mãe da Providência – P Sul

Veja aqui as fotos do evento

Semana Nacional da Família e churrasco do dia dos pais

A abertura da Semana Nacional da Família, em nossa Paróquia do Verbo Divino, foi marcada por uma linda celebração, seguida do tradicional churrasco do dia dos pais. A comunidade acolheu o convite de nosso Pároco, Pe. Denzil, e prestigiou o evento com muita alegria.

Não faltaram elogios à deliciosa comida, ao ambiente festivo e à competência das equipes de trabalho que, com muito zelo,  não deixaram faltar nada no bufê e no atendimento aos comensais.

Elogios também à Pastoral Familiar e à Comissão de Festas, que estiveram à frente dos trabalhos desenvolvidos e prepararam tudo com antecedência e muito carinho.

Esta programação está somente começando. Confira os demais eventos e prestigie.  Muito mais está por vir.

A PARÓQUIA DO VERBO DIVINO DESEJA A TODOS,

UMA SANTA E ABENÇOADA SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA!!!

Confira aqui as fotos do evento!

Kairós x Chronos: quando Deus se manifesta!

Você saberia dizer a diferença entre Kairós e Chronos? De origem grega, Kairós significa o tempo oportuno. Teologicamente, passou a ser usado como tempo de Deus. Já o Chronos é o tempo do relógio, daí vem a palavra cronômetro.

Foi exatamente sobre essa dualidade que falou Dom Valdir Mamede em sua palestra de formação na noite desta terça-feira (1º/08), na Paróquia do Verbo Divino. Bancos cheios para ouvir um pouco dessa sabedoria.Dom Valdir Mamede

“Desde o Antigo Testamento Deus prepara o povo escolhido para o momento da vinda de Jesus Cristo. Já quando pecado entrou no mundo Deus prometeu, no protoevangelho, que a descendência da mulher esmagaria a cabeça da serpente”, esclareceu o bispo, que é responsável pelas paróquias da Asa Norte.

O pecado é a liberdade usada de forma desviada do caminho da história da salvação. Ele explicou que a história do povo de Deus é, na verdade, uma história de fidelidade de Deus. Deus é sempre fiel e sua história da salvação culmina com Jesus Cristo: “Ele é anunciado, sua vinda é preparada e, Dom Valdir Mamedequando a maturidade dos tempos é alcançada, temos a encarnação do Verbo. É o elemento divisor: o que era promessa, agora é realidade apalpada”.

Em Mc 1, 15, no sumário está escrito: “O Reino de Deus chegou, convertei-vos e crede no Evangelho”. Isso significa que chegou o tempo da mudança de vida, isto é, da conversão e o tempo de viver segundo a fé, de crer no Evangelho. A ação de Jesus, como explicou o bispo, é a manifestação de que o Reino chegou. Agora, cabe às criaturas tomarem atitudes para obter a cidadania deste Reino, como o caminho pedregoso, a estrada mais estreita que são os únicos que terminam em Jesus.

Porém, neste caminho, têm-se altos e baixos, resultados da liberdade que Deus concedeu a nós. Por isso vale a dica do diretor espiritual de D. Valdir: “Não conversem com o Diabo, ele é bom de língua”. O dedo de Deus atua para a salvação, mas a liberdade das criaturas, às vezes, anula o projeto de Deus e Deus respeita essa liberdade.
A vitória definitiva dessa história da salvação é a ressurreição de Cristo. Mas a história continua depois com a Igreja, os Atos dos Apóstolos e agora com a gente! Devemos anunciar o Evangelho. Como? Pregando que Deus é fiel e que devemos buscá-lo sempre, mesmo nas adversidades. “Hoje estamos vivendo a continuação do Kairós, um tempo de graça em que é importante manter a meta diante dos olhos. E qual é a meta? Depende, como diz o autor medieval, Hugo de São Vitor, ‘para quem não sabe aonde chegar, qualquer caminho é certo. Para quem sabe aonde quer chegar, nenhum outro caminho serve, senão aquele que conduz à meta’”, disse o bispo.Dom Valdir Mamede
E aí? Já sabe aonde ir? Uma dica: Jesus disse que ninguém iria ao Pai senão por Ele. Entendeu?

*Mais
D. Valdir Mamede deixou duas sugestões para nos aprofundarmos no estudo da história da salvação: o filme “Êxodo” e o livro “Na escola da Fé”, de Félix Moracho. Está é uma ótima oportunidade de aprender mais, né!?

 

Quer ver mais fotos desse grandioso momento? CLIQUE AQUI.

Dia de São Pedro e São Paulo é comemorado com descendimento dos mastros dos santos juninos!

Os fiéis se depararam com uma missa campal e um altar montado sobre um palco no estacionamento da paróquia. Um ótimo jeito de demonstrar a grandiosidade desta festa! Padre Denzil, lembrou que Pedro, o príncipe dos Apóstolos, foi escolhido diretamente por Jesus para ser a pedra fundadora da Igreja, aquele que a guiaria pelos caminhos do Senhor. Já Paulo foi chamado a pregar o Evangelho de Deus e espalhar sua palavra pelo mundo. Um morreu pela cruz, o outro, pela espada.Missa campal na Paróquia do Verbo Divino

E ainda teve uma curiosidade: você sabe quantos Papas a Igreja já teve? A resposta: 266, contando com o Papa Francisco!

Ao fim da missa, os três mastros dos santos juninos foram descidos do alto. Todos pediram bênçãos a cada santo. Para São Pedro, que abençoasse nossas famílias pela intercessão do Papa; para Santo Antônio, que olhasse os casais e os namorados; e para São João que abençoasse nossa comunidade do Verbo Divino.descendimento dos mastros dos santos juninos

Comunidade, aliás, que trabalhou muito para que a continuação da Festa Junina acontecesse com muita alegria, sem faltar nada a nenhum dos participantes e na mais perfeita paz. E foi muito trabalho, viu!? A começar pelo Ministério de Música que abrilhantou a missa e o comecinho da festa. O gogó do pessoal estava afinado! E durante a confraternização desta noite, cada pastoral botou sua barraquinha para funcionar sem perder a alegria e o bom humor!

Ah, a quadrilha dos Forrozeiros do Verbo Divino também fez bonito! Não só com a dança em si, mas também com uma homenagem linda à Nossa Senhora Aparecida, neste ano Mariano! Um show de participação da comunidade que, no apagar das luzes, ainda teve fôlego para recolher todas as cadeiras que ficaram espalhadas pelo estacionamento!Forrozeiros do Verbo Divino

Viva os Santos juninos! Viva São Pedro e São Paulo! E viva Nossa Senhora Aparecida!!!

QUER VER MAIS FOTOS DO GRANDE DIA???ENTÃO CLIQUE AQUI! 🙂

 

Descendimento dos mastros de Santo Antônio, São João e São Pedro – 1º de julho de 2017

Gostou da Festa Junina da Paróquia do Verbo Divino?   Nosso arraiá tava bão dimais, sô!!!

Durante a festa, foi realizado o levantamento dos mastros de Santo Antônio, São João e São Pedro e no dia 1º de julho, sábado, às 18h, será realizada uma missa campal, seguida do descendimento desses mastros e mais um pouco de festa com barraquinhas, pescaria e quadrilha. Quer mais?  Então tá!  a entrada é FRANCA!!!

Compareça, prestigie. Convide seus amigos, parentes e vizinhos!  Porque, depois dessa, outra festa boa assim, só no ano que vem!

Nosso arraiá foi de arrasar!

A festa junina de nossa paróquia foi um sucesso!

Muita alegria e descontração entre os participantes.  As barraquinhas tipicamente ornamentadas, o pátio enfeitado com bandeirolas, os mastros com as imagens de Santo Antônio, São João e São Pedro…. tudo muito lindo!

Veja as fotos desse momento de grande alegria!

As comidas? Maravilhosas…. O carinho no preparo de cada prato, a limpeza do local, a iluminação, o Divino Bazar, a segurança, a brinquedoteca e a pescaria para a criançada.

A coroação do rei e rainha da pipoca, realizada pela catequese, a música a cargo do DJ Leandro – Alta Potência Eventos e da Banda 3 de Maria.

A alegria da quadrilha dos Forrozeiros do Verbo Divino, a colaboração de toda a comunidade e dos patrocinadores, o trabalho impecável das equipes, a adoração e intercessão realizadas durante a festa e todo o esforço do nosso Pároco, Pe. Denzil, SVD, fizeram desses dias, momentos de muita animação e diversão em nosso grande arraial.

Mas a festa ainda não acabou. No dia 1°de julho será feito o descendimento dos mastros dos três Santos juninos, com missa campal às 18h, seguida novamente de festa com barraquinhas e brincadeiras para encerrar as festividades de junho.

Viva Santo Antônio, São João e São Pedro!!!

A nova lei de Jesus é o Espírito Santo

Chegou o Pentecostes! A grande festa da vinda do Espírito Santo sobre os apóstolos! E trouxe para a comunidade cerca de 30 crismandos que foram apresentados. Jovens que querem confirmar as promessas de seu bastismo e adentrar na vida adulta da fé. E o Pe. Denzil já fez o convite: “Vejam o serviço que vocês podem fazer na comunidade, procurem as pastorais e movimentos, grupos jovens e ajudem na unidade desta comunidade e da Igreja como um todo. Afinal, há diversidade de dons, mas um mesmo Espírito”.Missa de Pentecostes
Com a paróquia toda ornamentada especialmente para esta festa de Pentecostes, a Missa foi animada, com palmas, gestos e a participação dos crismandos em vários momentos, como no ofertório e na apresentação dos sete dons do Espírito: ciência, sabedoria, temor a Deus, fortaleza, inteligência, conselho e piedade. “E além dos dons, o Espírito Santo ainda traz os doze frutos e fica como dever de casa a leitura de Gálatas 5 para saber quais são”, disse o padre.
Mas aqui no site já da para adiantar, né!? Os doze frutos são: caridade, alegria, paz, paciência, longanimidade, bondade, benignidade, mansidão, fidelidade, modéstia, continência e castidade e espírito de amor e intercessão de Maria.Missa de Pentecostes
Pe. Denzil pediu que os fiéis não fechem os corações e a vida à ação do Espírito, porque ele é quem dobra o que é duro e aquece o que é frio, como foi rezado na sequência. “Foram-nos apresentados dois momentos da presença do Espírito hoje. O primeiro quando próprio Jesus sopra sobre os apóstolos, que é o sopro da vida, o mesmo que Deus soprou sobre o homem em Gênesis. E o outro 50 dias após a Páscoa, quando, na tradição judaica, se celebrava o recebimento da lei de Deus por Moisés no Monte Sinai. A vinda do Espírito Santo, portanto, é a nova lei de Deus”, explicou.

Dom Marcony explica que, para seguir a moral cristã, é preciso imitar Jesus.

Formação com Dom Marcony

A partir da leitura de Colossenses, 3, 1-10, D. Marcony Vinícius Ferreira explicou que ética é uma conduta, um modo de agir por princípios, respeitando o outro como ser humano. “Já a moral é o nosso jeito de ser, o reconhecimento de que o outro é digno de respeito. Daí vem a ideia dos Direitos Humanos, em que por mais errada que a pessoa esteja, ela ainda é um ser humano e merece ser tratada como tal. A frase ‘esse aí não tem mais jeito’ não deve ser usada pelos cristãos”, salienta o bispo.

Entender a moral cristã é ainda mais profundo, pois ela é a imitação das atitudes de Cristo. Disse o bispo: “Paulo, em Filipenses 2,5, diz que devemos ter os mesmos sentimentos de Jesus e Pe. Zezinho simplifica esse ensinamento na canção: ‘amar como Jesus amor, sonhar o que Jesus sonhou!”.

Para aprender a colocar todos esses conceitos em prática, D. Marcony destacou três aspectos que o cristão deve observar em seus atos: o objeto do ato deve ser bom, “não se pode aproveitar de dinheiro roubado, por exemplo”; a intenção deve ser reta, “é do coração que brotam todas as intenções”; por fim, não se deixar levar pelas circunstâncias adversas, “hoje se mata por causa de uma briga de trânsito, é preciso ter calma”, acrescentou o bispo.Formação com Dom Marcony

E como crescer na moral cristã? Conhecendo mais Jesus por meio da Palavra, o Evangelho. Ele nos ensina que o outro é um ser humano e, mais que isso, é meu irmão e devo amá-lo e rezar por ele ainda que ele me tenha-me feito algum mal. D. Marcony esclareceu: “A moral cristã exige que não nos contentemos com o que é mediano. Jesus nos ensinou a dar a outra face, o manto todo. Temos que ultrapassar o bem nas atitudes e perdoar todas as pessoas como Jesus perdoou”.

Para imitar o Cristo, é preciso ouvir o Espírito Santo. É o aspecto da espiritualidade em que o cristão deve mergulhar. “Deus nos fala em nossa consciência, ali o Espírito trabalha para não cairmos no erro e para alimentar nossas virtudes”, explicou o bispo. E o Espírito Santo inspira, em cada um, um carisma, que é uma face de Jesus a ser mostrada ao mundo, como os verbitas que pregam um Cristo missionário, e os franciscanos e vicentinos, com um Jesus pobre.

Porém, D. Marcony advertiu: “É facil ser cristão dentro da Igreja, mas lá fora nem sempre agimos como Jesus mandou, temos atitudes incoerentes com o que aprendemos d’Ele. Quando conhecemos Jesus verdadeiramente, Ele nos domina, é Cristo que vive em nós”. É possível, então, melhorar nossa conduta dentro da moral cristã por meio do estudo da Palavra, da Eucaristia e da vivência das virtudes.

Primeiramente, as virtudes teologais: fé, esperança e caridade. Fé para não sermos apenas católicos de conveniência, mas para aprendermos a nos jogar em Deus; esperança para nos suscitar paciência, afinal, depois da tempestade sempre vem a bonança; e a caridade, que é o amor transformado em atitudes concretas.

Depois, o bispo explicou outras virtudes importantes: prudência para não agirmos no ímpeto do momento; justiça, que é dar o que é reto ao outro e a Deus, em especial, tendo tempo para rezar e ir à missa; temperança, estabelecendo limites e sendo equilibrado no falar, no comer, no beber; e fortaleza, porque somos fracos e devemos nos apoiar na oração.

Por fim, para deixar um passo a passo a ser seguido pelos fiéis na busca pelas coisas do alto, D. Marcony elencou quatro pontos de crescimento na espiritualidade: estado de graça como hábito, não devemos nos acostumar a viver no pecado, temos que buscar a confissão; vida de oração, invocando Deus em nosso íntimo onde que que estejamos e saber agradecer pelo que Ele nos dá; vida sacramental, pois os sacramentos são meios que a Igreja nos oferece para vivermos a espiritualidade; e vivência da caridade, uma vida de doação. “Nossa conduta é que mostra nossa ética, moral e espiritualidade. Com Deus somos capazes até do impossível. Por isso, lembremos sempre que somos o maior milagre de Deus, porque mesmo com tantos erros, Ele sempre nos dá mais uma chance”.

VEJA MAIS FOTOS DA FORMAÇÃO CLICANDO AQUI.

Maio: último domingo do mês de Nossa Senhora houve uma linda celebração na Paróquia.

Alunos da catequese coroaram neste domingo (28) a Rainha dos anjos e dos santos, Nossa Senhora. E foi um dia que realmente favoreceu porque não apenas se trata do mês das mães,  mas também é o mês de Maria e a Ação de Graças pelo jubileu mariano que a Igreja do Brasil está vivendo pelos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida no rio Paraíba do Sul.

Para dar início à celebração, antes da Santa Missa, houve a reza do terço mariano a partir dos Mistérios Gloriosos, previstos para serem meditados aos domingos. Nessa hora os catequisandos ofereceram um momento de fé e oração à Maria.

Após a Santa Missa, as crianças e os jovens coroaram Nossa Senhora, reconhecendo-a como Rainha do céu e da terra, aquela a quem foi dada a missão de esmagar a cabeça da serpente e trazer o Filho de Deus ao mundo!Coroação de Nossa Senhora

Ave Maria, cheia de graça! Que as futuras gerações continuem a dizer-lhe bendita entre as mulheres, porque o Senhor fez maravilhas em ti!

VEJA TODAS AS FOTOS DESTE MARAVILHOSO MOMENTO CLICANDO LOGO ABAIXO:

FOTOS DO TERÇO GLORIOSO

FOTOS DA COROAÇÃO DE NOSSA SENHORA