Festa de São Pedro e São Paulo

Missa Campal: Festa de São Pedro e São Paulo finaliza os festejos juninos

Neste sábado (29) houve a já tradicional Missa Campal na Paróquia do Verbo Divino para o descendimento dos mastros nos quais estão as imagens de Santo Antônio, São João e São Pedro.

O pároco, padre Denzil Crasta, aproveitou o dia em que se comemora São Pedro e São Paulo para falar um pouco mais acerca destes 2 santos: “embora de personalidades diferentes, eles têm semelhanças na medida que foram fiéis no seguimento de Jesus Cristo”.

Festa de São Pedro e São PauloPadre Denzil também destacou muitos fatos relativos aos mártires lembrando a comunidade que São Paulo não conheceu Jesus pessoalmente mas, em uma de suas muitas viagens, recebeu uma luz do alto pela qual ouviu Jesus. Até então se chamava Saulo, após esse fato, passou a se chamar Paulo.

A 1ª leitura do dia apresenta Pedro com morte marcada e com vários seguranças fazendo a vigilância da cela. Mesmo em meio a essa situação, ele continua firme na oração. “Deus escuta a oração da comunidade e não abandona seus discípulos, sobretudo na provação. Por isso, é importante a oração em comunidade para que estejamos protegidos”, disse o pároco.

Já a 2ª leitura destaca a confiança de Paulo no fim da vida na terra quando disse: “Combati o bom combate, terminei a minha carreira, guardei a fé”. 2ª Timóteo 4:7. A vida eterna foi o prêmio merecido pelo apóstolo. Esta leitura convida todos à serenidade pela certeza de que Deus está conosco.

“O Evangelho de Mateus fala quem é Jesus sob a perspectiva dos homens e aponta um outro entendimento da parte dos discípulos que confirmam que Cristo é o filho de Deus”, disse padre Denzil.

Na 2ª parte do Evangelho, revela-se o que é a Igreja: uma comunidade que acredita que Jesus é o filho de Deus vivo. É aquela que nunca será derrubada e que mostra que só há um caminho para a Salvação: a Cruz.

“Jesus Cristo fundou apenas uma Igreja: ‘Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela.’ (Mt 16:18). A figura de Pedro hoje é representada pelo Santo Padre, o Papa, o chefe visível. Devemos rezar pelos nossos pastores para que sejam verdadeiros representantes de Jesus. E o Papa nos convida a sermos discípulos missionários de Cristo”, afirmou Crasta.

Ao final, o padre convidou a uma profunda reflexão no sentido de se perguntar: “Quem é Jesus para mim? Será que Ele tem o mesmo significado que tinha para os judeus de uma pessoa que simplesmente veio ao mundo fazer o bem, ou para mim Ele é o verdadeiro filho de Deus”?

VEJA MAIS FOTOS AQUI

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *