Pais lotam salão paroquial em churrasco inesquecível!

O churrasco do Dia dos Pais abriu a Semana da Família na Paróquia do Verbo Divino. Após a missa, a refeição foi abençoada pelos padres da paróquia e uma oração comunitária. Mas você já parou para pensar qual é o papel que um pai tem na família?

Dia dos Pais“Meu pai é tudo, é minha referência”, disse Antônio Walter, de 35 anos, filho de Raimundo Celso Rabello. A família deles, que veio do Maranhão há 17 anos, já tinha os 3 filhos e cresceu há pouco tempo com o netinho Lian, de 1 ano. “Ele é a complementação do amor da família”, disse Raimundo.

O pároco, Padre Denzil Crasta, explica que o papel do pai é participar do mistério da criação de Deus. “O pai colabora no processo de continuidade da vida e tem o compromisso de zelar, cuidar da vida dos filhos que Deus lhe confia. Ele é a presença firme e sólida e tem o dever de impor limites e regras”, esclareceu o padre.

É uma incumbência levada muito a sério pelo Rafael Vidal, de 39 anos, que também comemorou o próprio aniversário neste churrasco. Ele tem 3 filhos pequenos e já pensa no quarto, já que a família é aberta à vida. “Eles são bênção na minha vida, sinal de que Deus nos confiou essa missão, por isso,  sempre tento passar para eles a fé que devemos ter em Deus e os valores e princípios cristãos”, disse ele.

Para o Marcos Vinícius Santana Santos, de 36 anos, pai da Maria Flor, de 1 ano e 10 meses, a paternidade muda a vida de um homem: “É uma emoção indescritível. A forma de viver muda, os valores mudam e a gente passa a se preocupar mais só com ela.”

Também teve festa para o paizão Everaldo Pereira, que completou 59 anos, e para os pais que estavam trabalhando na churrasqueira. Eram o Eduardo Andrade, o William César, o Helenildo Mendes e o Deca da Silva. “Nossos filhos vieram nos homenagear e agora nós estamos trabalhando para o Pai de todos nós. É para Cristo!”, eles disseram animados.Dia dos Pais

E já que o assunto é paternidade, não se pode esquecer dos grandes pais da comunidade, os nossos párocos. O próprio padre Denzil falou um pouco sobre o papel deles: “O padre é a presença de Deus e deve zelar pelas pessoas, lembrando que o pai não é só o que traz pão material para casa, mas o pão espiritual que desce do céu”, explicou o pároco.

Feliz Dia dos Pais!!!

 

CONFIRA TODAS AS FOTOS!

Homenagem aos Pais – Catequese – 11 de agosto de 2018

Com muita alegria os pais voltaram a ser crianças na gincana promovida pela catequese para comemorar esse dia prá lá de especial!

A manhã teve início com a oração feita pela tia Cristina que, aproveitando o momento, se despediu de todos e informou que está se afastando da Coordenação da Catequese, da qual estava à frente desde o ano passado. A tia Cris, como é conhecida, ficará fora de Brasília por algum tempo. Desejamos muito sucesso e bênçãos de Deus em sua nova jornada. Volte logo, tia Cris.

Após a oração, Pe. Denzil abençoou a todos os presentes e, em especial, aos pais. Em seguida foi servido um delicioso café da manhã e começou a diversão.

Coordenada pelos catequistas Felipe e Luciana e com a colaboração da tia Suely e da tia Cristina, deu-se início à gincana onde pais e filhos formaram grupos, responderam às perguntas bíblicas propostas e participaram de várias brincadeiras. A animação era geral e visível nos rostos de pais e filhos.

Vale destacar a importância desse momento lúdico, da participação e parceria dos pais com a catequese. Os pais são os primeiros catequistas na igreja doméstica.

Questionados sobre como foi essa manhã com seus filhos os pais responderam:

Foi ótimo! (Jorge – pai do Guilherme)

Foi muito boa! (Márcio – pai do Miguel)

Adorei! (Marcelo – pai do Yan e da Jully)

Excelente dinâmica, formidável! (Alberto – pai da Ana Carolina)

Para encerrar com chave de ouro, todos seguiram para a nave da igreja e participaram da missa da catequese, às 11 horas.

Pe. Denzil fez um especial convite aos homens presentes para participarem do terço dos homens, rezado todas as sextas-feiras, após a missa e convidou também para a Semana Nacional da Família, coordenada pela Pastoral Familiar, que se inicia com o churrasco dos pais e se encerra com o casamento comunitário. A programação desse  evento foi distribuída ao final da missa e se encontra afixada no mural à saída da igreja, além de constar do site da paróquia.

Confira aqui as fotos do evento

Dia do Padre – 4 de agosto de 2018

Neste dia 4 de agosto a Igreja celebra São João Maria Vianney, o Cura D’Ars, como é chamado, por conta do nome do povoado na França onde serviu por muitos anos. Homem simples, sem muitos dons, mas que com seu testemunho conseguiu atrair muitas almas para Cristo.

É o padroeiro dos sacerdotes, por isso, neste dia também se celebra o Dia do Padre.

O que você vai ser quando crescer?

Quem nunca ouviu essa pergunta na infância? Com nosso Pároco, Pe. Denzil, não foi diferente. Em sua homilia ele nos contou um pouco da história de sua vocação sacerdotal. – “Eu vou ser padre.”  Era a resposta que sempre dava para essa pergunta.

Nos contou que ele e uma de suas irmãs ouviram o chamado para a vocação religiosa. Um padre e uma freira numa mesma família católica, frutos das orações e dos exemplos de fé de seus pais, das missas diárias e da Eucaristia.

O Sacerdote nasce na família!

Sobre a Liturgia da Palavra, nos exortou a não buscarmos o “pão do milagre” e sim, o pão da vida, o pão verdadeiro, que é Cristo. Pão que não perece. Quem come deste pão, viverá eternamente e jamais terá fome.

Rezemos pelos sacerdotes e pelas vocações sacerdotais!

Oração:

Ó Pai, fazei com que surjam, entre os cristãos, numerosas e santas vocações ao sacerdócio, que mantenham viva a fé e conservem a grata memória do vosso Filho Jesus pela pregação da sua palavra e pela administração dos sacramentos com os quais renovais continuamente os vossos fiéis.

Dai-nos santos ministros do vosso altar, que sejam atentos e fervorosos guardiães da Eucaristia, o sacramento do supremo dom de Cristo para a redenção do mundo.

Chamai ministros da vossa misericórdia, os quais, através do sacramento da reconciliação, difundam a alegria do vosso perdão.

Fazei, ó Pai, que a Igreja acolha com alegria as numerosas inspirações do Espírito do vosso Filho e, dóceis aos seus ensinamentos, cuide das vocações ao ministério sacerdotal e à vida consagrada.

Ajudai os Bispos, os sacerdotes, os diáconos, as pessoas consagradas e todos os batizados em Cristo para que cumpram fielmente a sua missão no serviço do Evangelho.

Nós Vos pedimos por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Maria, Rainha dos Apóstolos, rogai por nós.

(Papa Bento XVI)

Confira aqui as fotos do evento

Sou Melhor Idade – Faça sua inscrição

Vem aí o Programa Multidisciplinar SOU MELHOR IDADE!

Para os jovens entre 60 e 90 anos.

 

 

Ser idoso e ser velho

“Idoso é quem tem muita idade; velho é quem perdeu a jovialidade.

A idade causa degeneração das células; a velhice, a degeneração do espírito.

Você é idoso quando se pergunta se vale a pena;
Você é velho quando, sem pensar, responde que não.

Você é idoso quando sonha;
Você é velho quando apenas dorme.

Você é idoso quando ainda aprende;
Você é velho quando já nem ensina.

Você é idoso quando se exercita;
Você é velho quando apenas descansa.

Você é idoso quando ainda sente amor;
Você é velho quando só sente ciúmes.

Você é idoso quando o dia de hoje é o primeiro do resto de sua vida;
Você é velho quando todos os dias parecem o último da longa jornada.

Você é idoso quando o seu calendário tem amanhãs;
Você é velho quando ele só tem ontens.

O idoso se renova a cada dia que começa; o velho se acaba a cada noite que termina, pois, enquanto o idoso tem os olhos postos no horizonte, de onde o sol desponta e ilumina a esperança, o velho tem sua miopia voltada para as sombras do passado.

O idoso tem planos; o velho tem saudades.

O idoso curte o que lhe resta da vida;
o velho sofre o que o aproxima da morte.

O idoso leva uma vida ativa, plena de projetos e prenhe de esperança.
Para ele o tempo passa rápido, mas a velhice nunca chega.
Para o velho suas horas se arrastam destituídas de sentido.

As rugas do idoso são bonitas, porque foram marcadas pelo sorriso;
as rugas do velho são feias, porque foram vincadas pela amargura.

Em suma, idoso e velho podem ter a mesma idade no cartório,
mas tem idades diferentes no coração.

Que você, idoso, viva uma longa vida, mas não fique velho nunca”

Jorge R. Nascimento

http://franciscanos.org.br

 

 

Luau de Inverno – Grupo de Jovens SERVIR

O grupo de Jovens SERVIR se reuniu no último sábado para um luau de inverno. Foram momentos de muita oração, emoção e devoção a Nossa Senhora.

Músicas e uma bela pregação sobre o tema: Espiritualidade, ministrada pelo  palestrante Baby, incentivaram a participação dos jovens, que perguntaram, responderam e interagiram em todos os momentos,  demonstrando a alegria do jovem cristão.

Venha você também participar dos encontros do Grupo de Jovens SERVIR, que acontecem todos os sábados, a partir das 18h com a Santa Missa.

“Jovens, eu vos escrevi, porque sois fortes e a palavra de Deus permanece em vós, e vencestes o Maligno.”

I Jo 2,14b

Confira AQUI as fotos do evento

 

Chá dos avós – 28 de julho de 2018

O dia dos avós é comemorado em 26 de julho, data escolhida para homenagear Sant’Ana e São Joaquim, pais de Maria, e, portanto, avós de Jesus.

Hoje, 28 de julho, o Grupo de Oração da Renovação Carismática Católica da Paróquia do Verbo Divino e a Pastoral Familiar homenagearam os Vovôs e Vovós da comunidade com um delicioso “Chá dos Avós”.

A tarde começou com oração, reflexão e partilha e contou com a participação de mais de 100 idosos e seus acompanhantes. A equipe de trabalho preparou tudo com muito esmero para que todos fossem bem servidos. O ambiente alegre e descontraído teve como atração a especial presença do Sr. Gilvanildo que, de mesa em mesa, tocou lindas músicas em seu saxofone.

Para alegrar ainda mais essa festa, ao final foram sorteados vários presentes em agradecimento a essas pessoas especiais, por compartilharem a experiência,  o afeto e o carinho generosamente derramados no seio de suas famílias!

“Avós são amor que nunca envelhece e sabedoria que nunca acaba.”

Confira AQUI as fotos do evento

 

Missa e bênção de São Cristóvão – 25 de julho de 2018

Neste 25 de julho comemoramos o dia de São Cristóvão. Em nossa Paróquia do Verbo Divino, uma grande imagem deste santo protetor dos motoristas e viajantes, foi conduzida na procissão de entrada até um lugar de destaque, ao lado direito do altar.

Pe. Denzil nos relembrou que há alguns anos, por essa data, nossa comunidade realizava carreata e procissão para celebrar o dia de São Cristóvão e nos contou uma pequena história.

Cristóvão é um nome que significa “o que leva Cristo” ou “aquele que carrega o Cristo”, e está intimamente ligado a história do santo.

Disse que o verdadeiro nome de São Cristóvão, nome de nascimento, era Reprobus. Ele se tornou muito grande e forte e decidiu que serviria apenas alguém muito forte, poderoso e corajoso.

Assim, encontrou um rei muito poderoso e começou a servi-lo, mas descobriu que este temia a satanás. Pensou então que o Demônio era mais forte que o rei. Começou a procurar pelo Demônio e o conheceu no deserto, a quem começou a seguir. Entretanto percebeu  que o Demônio temia a Jesus, que trouxe a salvação para a humanidade. Por isso saiu em busca de Jesus Cristo.

Mais tarde ele encontra um senhor que o orienta a jejuar e orar para encontrar Cristo, mas como Reprobus não estivesse convencido, então, por sugestão do velho eremita, ele começou a passar os dias ajudando pessoas a atravessarem um perigoso rio, até que um dia, ajudando uma criança a atravessar, notou que ela ia ficando cada vez mais pesada e ele sentiu como se o peso do mundo inteiro estivesse sobre os seus ombros.

Do outro lado, a criança revelou ser o próprio Cristo, Criador do mundo. Daí ele passou a ser conhecido como Cristóvão, “o que carrega Cristo”.

Oração a São Cristóvão:

Dai-me, Senhor, firmeza e vigilância no volante para que eu chegue ao meu destino sem acidentes.

Protegei os que viajam, a todos, e a dirigir com prudência, e que eu descubra vossa presença na natureza,

nas rodovias, nas ruas, nas criaturas, e em tudo aquilo que me rodeia.

São Cristóvão, protegei-me e ajudai-me nas minhas idas e vindas a saber viver com alegria, agora e sempre.

Amém!

Ao final da missa, Pe. Denzil e Pe. Francisco abençoaram motoristas, veículos e chaves com a bênção de São Cristóvão.

Confira aqui as fotos do evento

25 de Julho, dia de São Cristóvão, padroeiro dos motoristas

Participem da Missa Solene de São Cristóvão e recebam a especial bênção para

os motoristas e seus veículos

Dia 25 de julho é festejado o dia de São Cristóvão, protetor dos motoristas, caminhoneiros, taxistas e de todos os transportadores.

“Cristóvão” significa “Aquele que carrega Cristo” ou “porta-Cristo”. Seu culto remonta ao século V. De acordo com uma lenda, Cristóvão era um gigante com mania de grandezas. Ele supunha que o rei a quem ele servia era o maior do mundo. Veio a saber, então, que o maior rei do mundo era Satanás. Colocou-se pois, a serviço deste. Informando-se melhor, descobriu que o maior rei do mundo era Deus. Um ermitão mostrou-lhe que a bondade era a coisa mais agradável ao Senhor. São Cristóvão resolveu trocar a sua mania de grandeza pelo serviço aos semelhantes. Valendo-se da imensa força de que era dotado, pôs-se a baldear pessoas, vadeando o rio.

Uma noite, entretanto, um menino pediu-lhe que o transportasse à outra margem do rio. Apesar de exausto resolveu levar o menino, que a princípio era leve, mas foi se tornando cada vez mais pesado, tanto que Cristóvão precisou de um cajado para conseguir fazer a travessia. Quando chegaram, Cristóvão falou que sentia-se como se houvesse transportado todo peso do mundo. Foi aí que lhe disse o menino: “Tiveste às costas, mais do que o mundo inteiro. Transportaste o Criador de todas as coisas. Sou Jesus, aquele a quem serves”.

Nos anos entre 250 e 300, sofreu martírio na Síria, onde pregava, na cidade de Lícia.

www.potencialpetroleo.com.br/noticia/dia-de-sao-cristovao-santo-padroeiro-dos-motoristas/

Oração a São Cristóvão

Tiveste a graça de ter o Menino Jesus no colo, meu glorioso São Cristóvão, e assim pudestes transportar com alegria e dedicação aquele que soube morrer na cruz e nos dar a vida pela Ressurreição.

Dignai-vos, pelos poderes concedidos por Deus a vós, de abençoar e santificar nosso veículo.

Fazei que o usemos de um modo consciente e que não causemos nenhum dano ao próximo por meio do volante.

Se viajarmos, acompanhai-nos com vossa poderosa proteção.

Falai a Deus por nós para que ele mande todos os anjos, potestades e milícias celestes para nos guiar e proteger.

Na rua, transformai o nosso olhar como o da águia para que vejamos tudo com o máximo de cuidado e atenção.

São Cristóvão protetor, sejais nosso companheiro na direção, dai-nos paciência no trânsito e que consigamos servir sempre a Deus e aos irmãos, por intermédio do benefício de nosso veículo.

Tudo isso vos pedimos por Cristo, Nosso Senhor.

São Cristóvão, rogai por nós! 

Amém!