Posts

Palestra do Pe. José Vicente Damasceno – O Ano Nacional do Laicato – 12/6/2018

O Ano Nacional do Laicato (26/11/2017 a 25/11/2018) tem como objetivo celebrar a presença e a organização dos cristãos leigos e leigas no Brasil e estimular sua atuação na Igreja e na sociedade como testemunhas de Jesus Cristo e Seu Reino.

Tema: “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino”

Lema: “Sal da Terra e Luz do Mundo”, Mt 5,13-14.

A Igreja está buscando aprofundar a identidade, a vocação, a espiritualidade e a missão dos fiéis leigos.

O Ano Nacional do Laicato coincide com as eleições no Brasil. A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), no documento 105, traz orientações práticas sobre a participação dos leigos no campo político.

Nesse contexto, o Grupo de Formação da Paróquia do Verbo Divino, em vista da importância do tema, mais uma vez, convidou o Pe. José Vicente Damasceno , da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, Sobradinho II, para tratar dessa importante missão dos fieis leigos e leigas no Brasil.

Trechos da palestra do Pe. José Vicente:

A disciplina de Jesus são as “Bem aventuranças” como poder de Deus de fazer gerar em nós, Jesus Cristo.

Ser cristão é cumprir a Missão de Maria:

  • Ouvir, acolher e obedecer.

O laicato como um todo é um “verdadeiro sujeito eclesial” (DAp, n. 497a). Cada cristão leigo e leiga é chamado a ser sujeito eclesial para atuar na Igreja e no mundo.

A ação dos cristãos leigos e leigas é específica da “responsabilidade laical que nasce do Batismo e da Crisma” (EG, n. 102).

A unidade da Igreja se realiza na diversidade de rostos, carismas, funções e ministérios.

 

Os fiéis leigos estão na linha mais avançada da vida da Igreja. Eles devem ter uma consciência cada vez mais clara, não somente de que pertencem à Igreja, mas de que “são Igreja”, isto é, comunidade dos fiéis na terra sob a direção do chefe comum, o Papa, e dos bispos em comunhão com ele. Eles são Igreja” (Pio XII) – n. 109

O que dá dignidade a todas as pessoas que pertencem à igreja é o Sacramento do Batismo.

Ser sujeito eclesial significa ser maduro na fé, testemunhar amor à Igreja, servir os irmãos e irmãs, permanecer no seguimento de Jesus, na escuta obediente à inspiração do Espírito Santo e ter coragem, criatividade e ousadia para dar testemunho de Cristo.

A fé se mede pelas obras. A ‘Capacidade de amar o inimigo’ e a ‘unidade’ são sinais da fé.

 

Âmbitos de comunhão eclesial e atuação do leigo como sujeito (n.136):

O primeiro espaço para se viver o ano laical é a família, primeira igreja, igreja doméstica. A família é o lugar de viver a santificação.

Também as paróquias, comunidades eclesiais, conselhos pastorais, movimentos, associações etc são espaços onde se vive o carisma, a missão, que são meios pelos quais testemunhamos que cremos em Deus, que É mais importante do que tudo.

É Por meio desses carismas, serviços e ministérios que o Espírito Santo capacita a igreja para gerar o bem comum, ou seja, a Missão evangelizadora e a transformação da sociedade tendo como ponto de referência o reino de Deus.

É missão do Povo de Deus assumir o compromisso sócio-político transformador, que nasce do amor apaixonado por Cristo. Desse modo, se incultura o Evangelho. (n. 161)

Ser cristão, sujeito eclesial e ser cidadão não podem ser vistos de maneira separada. (n. 164)

 

A formação do laicato:

Dever-se-á distinguir diferentes níveis de formação no âmbito da comunidade eclesial, de forma a oferecer aos distintos sujeitos o que for conveniente e necessário à sua compreensão e vivência da fé em sua faixa etária biológica ou eclesial, começando com a iniciação à vida cristã e continuando com a formação bíblico-teológica e com as diversas formações específicas. (n. 227)

Um dos modos de ação transformadora dos cristãos leigos e leigas no mundo é o testemunho, como presença que anuncia Jesus Cristo;

Os cristãos leigos são os primeiros membros da Igreja a se sentirem interpelados na missão junto a essas grandes áreas culturais ou “mundos” ou fenômenos sociais ou, mesmo, sinais dos tempos. (n. 251)

A Igreja missionária é semeadora de esperança

 “Não nos roubem o entusiasmo missionário” (EG, n. 80).

“Não nos roubem a alegria da evangelização” (EG, n. 83).

“Não nos roubem a esperança” (EG, n. 86).

“Não deixemos que nos roubem a comunidade” (EG, n.92).

“Não deixemos que nos roubem o Evangelho” (EG, n. 97).

“Não deixemos que nos roubem o ideal de amor fraterno” (EG, n. 101).

Eis o que significa ser missionário no mundo globalizado, consumista e secularizado. (n. 177)

Confira os slides da Apresentação Pe. José Vicente Damasceno – CRISTAOS-LEIGOS-E-LEIGAS-DOC-105 13.3.2018

Ano Nacional do Laicato será aberto no Brasil

Entre 26 de novembro de 2017, Solenidade de Cristo Rei, até 25 de novembro de 2018, a Igreja Católica do Brasil celebrará o Ano Nacional do Laicato, inspirado na temática “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino” e no lema “Sal da Terra e Luz do Mundo”, (Mt 5,13-14).
O anuncio do Ano do Laicato está sob à luz do pedido do Papa Francisco, de fazer crescer “a consciência da identidade e da missão dos leigos na Igreja”.
O intuito geral como Igreja é celebrar a presença e a organização dos cristãos leigos no Brasil, assim como aprofundar a identidade, vocação, espiritualidade e missão e testemunhar Jesus Cristo e seu Reino na sociedade.
Além disso, o Ano do Leigo pretende dinamizar o estudo e a prática do Documento 105 da CNBB, sobre “Cristãos leigos e leigas na Igreja e na Sociedade”, bem como demais arquivos do Magistério, em especial do Papa Francisco, sobre o Laicato, e estimular a presença e a atuação dos cristãos leigos como “sal, luz e fermento” na Igreja e na Sociedade.
A abertura oficial em todas as dioceses, arquidioceses e paróquias do Brasil ocorrerá em 26 de novembro. Já o início dos trabalhos pela presidência da CNBB em rede nacional será no dia 28.
Ao longo do Ano do Laicato, serão também comemorados os 30 anos do Sínodo Ordinário sobre os Leigos (1987) e da Exortação Apostólica “Christifideles Laici”, de São João Paulo II, sobre a vocação e a missão dos leigos na Igreja e no mundo (1988). (LMI)

Fonte: http://www.gaudiumpress.org/content/90857-Ano-Nacional-do-Laicato-sera-aberto-no-Brasil

Eventos

Nothing Found

Sorry, no posts matched your criteria