Posts

Solenidade de Pentecostes – Apresentação dos Crismandos e encerramento da Novena – 8 de junho de 2019

“Chegando o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar. De repente, veio do céu um ruído, como se soprasse um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam sentados. Apareceu-lhes então uma espécie de línguas de fogo, que se repartiram e pousaram sobre cada um deles. Ficaram todos cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.”

(At 2, 1-4)

Hoje, 8 de junho de 2019, na Missa das 18 horas, celebramos a festa de Pentecostes, que encerra o tempo pascal e dá início ao surgimento da igreja, que nasce com a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos.

Pentecostes é a plenificação da Páscoa, a efusão do Espírito Santo. No Antigo Testamento, o Pentecostes era celebrado tradicionalmente pelo povo hebraico como Shavuoth, que significa “Semanas”. Naquela época, o significado dessa celebração era agradecer a Deus pela colheita e lembrar do dia em que Moisés recebeu as Tábuas com as Leis Sagradas (Torah).

Em sua homilia, Pe. Denzil Crasta, SVD, nos falou que a igreja nasce com o Pentecostes. Quem conduz e movimenta a igreja é o Espírito Santo. Todas as leituras do dia e a ornamentação da igreja evocam a presença do Espírito Santo entre nós. Na primeira leitura (At 2,1-11), as imagens presentes são o vento e o fogo. O fogo transforma tudo e o vento é sinal de movimento. Quem faz movimentar a igreja é o Espírito Santo. A transformação e a renovação são necessárias para que a igreja caminhe para seu destino que é o próprio Deus.

A 2ª leitura (1Cor 12,3b-7.12-13) nos recorda que apesar de haver diversidade de dons, um mesmo é o Espírito. Portanto, todos os nossos trabalhos, as nossas atividades como igreja, o nosso agir, podem ser diferentes, mas devem ser guiados pelo mesmo Espírito e conduzidos pelo mesmo Cristo, que é a cabeça, da qual somos os membros do Corpo.

No Evangelho (Jo 20, 19-23) João apresenta a descida do Espírito Santo no mesmo dia da Páscoa. Jesus se coloca no meio dos discípulos, lhes transmite a Sua Paz, sopra sobre eles o Espírito Santo e lhes fala do perdão dos pecados.

A igreja deve contagiar o mundo com a paz de Cristo, o perdão e a reconciliação.

Nos exortou a, neste Pentecostes, renovarmos o nosso compromisso de sermos cristãos, discípulos de Jesus.

Pe. Denzil nos questionou ainda sobre qual seria o nosso Pentecostes e nos afirmou que são o Batismo e a Crisma. No Batismo pela primeira vez recebemos o espírito santo e na Crisma O recebemos em sua plenitude. Pelo batismo nos tornamos filhos e filhas de Deus e membros da Igreja, família de Deus. Pela Crisma nos tornamos cristãos adultos atuantes na igreja com testemunho de vida e dizendo SIM ao projeto de Deus.

Pelo Batismo e pela Crisma fazemos parte dessa comunidade que deve continuar a missão redentora de Jesus.

Pe. Denzil se dirigiu aos jovens e adultos que receberão o Sacramento do Crisma no dia 14 de dezembro, para apresentá-los à comunidade e estes, mediante as perguntas feitas pelo sacerdote, se comprometeram a cumprir as obrigações de todo cristão na frequência às missas, na leitura da Palavra e na oração.

Neste dia de Pentecostes, ao concluir o tempo da Páscoa, seguindo o rito, o Círio Pascal foi apagado para que cada um de nós se torne a “Luz de Cristo” que se irradia para iluminar os caminhos de nossos irmãos e irmãs rumo ao céu.

Após a missa, Pe. Denzil e o Paroquiano Wilson, do Grupo de Oração Verbo Divino, deram continuidade à Novena de Pentecostes, seguida de Adoração ao Santíssimo. Como gesto comunitário, foram doados muitos pacotes de fraldas geriátricas que serão repassados aos Vicentinos para distribuição entre os assistidos do Paranoá.

Merece destaque o trabalho de ornamentação coordenado pela paroquiana Silvia, que contou com a colaboração dos paroquianos Rodrigo e Emanoel. Nossa Paróquia estava linda! O Espírito Santo de Deus foi derramado, renovando as esperanças e o amor que vive dentro de cada um dos fiéis presentes na celebração.

Confira aqui as fotos do evento

“O Espírito Santo dá vida à Igreja” – Novena de Pentecostes nas quadras

No dia 31 de maio teve início A NOVENA DE PENTECOSTES que está acontecendo em algumas quadras preestabelecidas da Asa Norte e se encerrará em 8 de junho de 2019. Os fiéis,  coordenados pelo Grupo de Oração da Renovação Carismática Católica – RCC, se reúnem para participar da Novena e refletem, à luz do Espírito Santo, sobre os temas propostos no livreto preparado para essa finalidade.

A cada dia um tema e a meditação da Palavra de Deus:

No primeiro dia, o Tema abordado foi “O Espírito Santo age na história” e a Palavra meditada foi o Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (1,5-17).

No segundo dia: “Pela ação do Espírito Santo o Verbo se encarnou” e a Palavra meditada, Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (1,26-38).

No terceiro dia: “O Espírito Santo inspira a Igreja a praticar a caridade” e a Palavra meditada, Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (10,25-37).

No quarto dia: “O Espírito Santo capacita a Igreja para evangelizar” e a Palavra meditada, Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (4,14-21).

No quinto dia: “O Espírito Santo conduz a Igreja à plenitude do Reino” e a Palavra meditada, Carta de São Paulo aos Romanos (8,22-28).

No sexto dia: “O Espírito Santo inspira a Igreja para viver a unidade” e a Palavra meditada, Carta de São Paulo aos Efésios (4,1-7).

No sétimo dia: “O Espírito Santo vivifica a Igreja” e a Palavra meditada, Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios (12,12-28).

Hoje, oitavo dia, será abordado o tema: “O Espírito Santo faz a Igreja dar fruto” e a Palavra a ser meditada será a Carta de São Paulo aos Gálatas (5,22-26).

Por fim, amanhã, nono dia, será abordado o tema: “O Espírito Santo dá vida à Igreja” e a Palavra a ser meditada será retirada do Livro dos Atos dos Apóstolos (2,1-12).

O Grupo de Oração Verbo Divino convida toda a comunidade para, juntos, celebrarmos o último dia da Novena de Pentecostes que será realizado amanhã, 8 de junho, na PARÓQUIA DO VERBO DIVINO, iniciando com a Santa Missa das 18h, seguida da novena e adoração ao Santíssimo Sacramento.

 

E, como Oração = Orar + ação então, após esses dias de intensa oração e louvor, o gesto comunitário será a doação de FRALDAS GERIÁTRICAS, nos tamanhos M, G ou GG. Colabore você também!

 

 

Vale informar que também nesta missa serão apresentados à comunidade os jovens e adultos de nossa Paróquia que receberão o Sacramento do Crisma no final do ano. Esse sacramento encoraja o fiel e o fortalece para uma vida de testemunho de amor a Cristo.

 

Veni Creator Spiritus!

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso amor. Enviai o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra! Oremos! Ó Deus, que instruis os corações dos vossos fieis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas, segundo o mesmo Espírito, e gozemos sempre da Sua consolação. Por Cristo, Senhor Nosso. Amém.

Confira as fotos da Novena de Pentecostes nas quadras

Novena de Pentecostes nas quadras – 2019

Convidem familiares, amigos e vizinhos e participem destes momentos de oração e louvor.

“E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados.
E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.
E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.”  (At 2,2-4)

Oração

“Ó Luz do Senhor que vem sobre a Terra, inunda meu ser, pemanece em nós!”.
Vem Luz maravilhora e nos conduz no caminho do Amor, para que juntos com os irmãos em Cristo, possamos construir um mundo mais agradável para todos. Conduzi-nos bem animados nessa caminhada, juntamente com a proteção da Mãe Maria.

Leia mais

Missa de Pentecostes – Apresentação dos Crismandos – 20 de maio de 2018

Na missa de Pentecostes das 10 horas deste dia 20 de maio, jovens e adultos da catequese, que em 08 de dezembro, receberão o sacramento da Crisma, entraram em procissão com fitas vermelhas e amarelas, simbolizando os sete dons do Espírito Santo: sabedoria, entendimento, conselho, fortaleza, ciência, piedade e temor de Deus.

Neste Ano Nacional do Laicato, que tem como tema: “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino” e como lema: “Sal da Terra e Luz do Mundo”, (Mt 5,13-14), seguindo o rito de apresentação, foi solicitado à comunidade que acompanhe esses crismandos fraternalmente, com oração e testemunho de vida.

Cada um desses crismandos está se preparando para assumir a FÉ que seus pais e padrinhos assumiram em seu lugar, no dia do BATISMO e agora desejam continuar o próprio caminho de fé, celebrando o sacramento da Confirmação. Expressando assim suas convicções, foram acolhidos, assumindo o compromisso perante a Igreja e a comunidade paroquial de escutar mais atentamente a Palavra de Deus, sobretudo quando proclamada na missa, dedicar tempo à oração e testemunhar com amor a verdade do Evangelho.

“Novamente, Jesus disse: “A paz esteja convosco. Como o Pai me enviou, também eu vos envio”. E, depois de ter dito isso, soprou sobre eles e disse: “Recebei o Espírito Santo”.” (Jo 20, 21-22)

Confira aqui as fotos desse momento especial

Missa, Encerramento da Novena e Vigília de Pentecostes – 19 de maio de 2018

Pentecostes: a festa do Espírito Santo

“A festa agrícola que celebrava a colheita passou a ser a festa da Lei depois que Deus enviou os 10 mandamentos a Moisés e, no Novo Testamento, tornou-se a festa da descida do Espírito Santo”. Assim Padre Denzil Crasta explicou a história do Pentecostes.

As leituras desta festa trazem ainda mais significados. Lucas, na primeira leitura, narra que os discípulos estavam reunidos quando começou uma forte ventania, apareceram línguas de fogo e os sinais do Espírito Santo se manifestaram: os apóstolos falaram em línguas diferentes e todos entendiam. “Essa passagem remonta ao Antigo Testamento, a Torre de Babel, quando todos falavam e ninguém se entendia. Lucas quer dizer que recebemos uma nova lei de Deus escrita no coração dos discípulos. A nova lei é o Espírito Santo”, disse o pároco.

Já no Evangelho do dia, Jesus é quem sopra o Espírito da vida sobre os apóstolos reunidos. Padre Denzil esclarece que receber o Espírito Santo traz consequências: perdoar os pecados. “Se a Igreja não leva a mensagem do amor e da misericórdia pelo mundo, as pessoas não terão seus pecados perdoados. Por isso, essa é a missão dos discípulos, anunciar o evangelho”.

Por fim, o padre frisou a importância de prestar atenção à “sequência” rezada nesta data especial, a qual percorre o caminho do batismo até a morte com os sete dons do Espírito. “Assim, devemos sempre rezar para que o Espírito Santo inunde nossas vidas com os sete dons e nos ajude a vencer obstáculos como o ciúme, o orgulho. Como diz Paulo, na segunda leitura, há vários dons, mas um só Espírito. É ele que nos traz para junto do corpo de Cristo. Ele é a cabeça e nós o corpo”, explicou o padre.

Após a Santa Missa, foi realizado o encerramento da Novena de Pentecostes nas quadras, cujo tema foi “O Espírito promove a liberdade”. Muito louvor, orações e uma linda pregação sobre o tema “Maria cheia do Espírito Santo”, baseada no texto bíblico Lc 1, 30-45 e proferida pelo pregador Carlos, da Paróquia Santa Terezinha, de Taguatinga.

Para encerrar a noite, os presentes fizeram Adoração a Jesus Sacramentado, na Vigília em preparação para o dia de Pentecostes, recebendo a bênção do Santíssimo Sacramento conduzida pelo nosso Pároco Pe. Denzil.

Confira aqui as fotos desses momentos

Confira aqui as fotos da Novena de Pentecostes nas Quadras

A nova lei de Jesus é o Espírito Santo

Chegou o Pentecostes! A grande festa da vinda do Espírito Santo sobre os apóstolos! E trouxe para a comunidade cerca de 30 crismandos que foram apresentados. Jovens que querem confirmar as promessas de seu bastismo e adentrar na vida adulta da fé. E o Pe. Denzil já fez o convite: “Vejam o serviço que vocês podem fazer na comunidade, procurem as pastorais e movimentos, grupos jovens e ajudem na unidade desta comunidade e da Igreja como um todo. Afinal, há diversidade de dons, mas um mesmo Espírito”.Missa de Pentecostes
Com a paróquia toda ornamentada especialmente para esta festa de Pentecostes, a Missa foi animada, com palmas, gestos e a participação dos crismandos em vários momentos, como no ofertório e na apresentação dos sete dons do Espírito: ciência, sabedoria, temor a Deus, fortaleza, inteligência, conselho e piedade. “E além dos dons, o Espírito Santo ainda traz os doze frutos e fica como dever de casa a leitura de Gálatas 5 para saber quais são”, disse o padre.
Mas aqui no site já da para adiantar, né!? Os doze frutos são: caridade, alegria, paz, paciência, longanimidade, bondade, benignidade, mansidão, fidelidade, modéstia, continência e castidade e espírito de amor e intercessão de Maria.Missa de Pentecostes
Pe. Denzil pediu que os fiéis não fechem os corações e a vida à ação do Espírito, porque ele é quem dobra o que é duro e aquece o que é frio, como foi rezado na sequência. “Foram-nos apresentados dois momentos da presença do Espírito hoje. O primeiro quando próprio Jesus sopra sobre os apóstolos, que é o sopro da vida, o mesmo que Deus soprou sobre o homem em Gênesis. E o outro 50 dias após a Páscoa, quando, na tradição judaica, se celebrava o recebimento da lei de Deus por Moisés no Monte Sinai. A vinda do Espírito Santo, portanto, é a nova lei de Deus”, explicou.

Eventos

Nothing Found

Sorry, no posts matched your criteria