Posts

Missa de Pentecostes – Apresentação dos Crismandos – 20 de maio de 2018

Na missa de Pentecostes das 10 horas deste dia 20 de maio, jovens e adultos da catequese, que em 08 de dezembro, receberão o sacramento da Crisma, entraram em procissão com fitas vermelhas e amarelas, simbolizando os sete dons do Espírito Santo: sabedoria, entendimento, conselho, fortaleza, ciência, piedade e temor de Deus.

Neste Ano Nacional do Laicato, que tem como tema: “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino” e como lema: “Sal da Terra e Luz do Mundo”, (Mt 5,13-14), seguindo o rito de apresentação, foi solicitado à comunidade que acompanhe esses crismandos fraternalmente, com oração e testemunho de vida.

Cada um desses crismandos está se preparando para assumir a FÉ que seus pais e padrinhos assumiram em seu lugar, no dia do BATISMO e agora desejam continuar o próprio caminho de fé, celebrando o sacramento da Confirmação. Expressando assim suas convicções, foram acolhidos, assumindo o compromisso perante a Igreja e a comunidade paroquial de escutar mais atentamente a Palavra de Deus, sobretudo quando proclamada na missa, dedicar tempo à oração e testemunhar com amor a verdade do Evangelho.

“Novamente, Jesus disse: “A paz esteja convosco. Como o Pai me enviou, também eu vos envio”. E, depois de ter dito isso, soprou sobre eles e disse: “Recebei o Espírito Santo”.” (Jo 20, 21-22)

Confira aqui as fotos desse momento especial

Missa, Encerramento da Novena e Vigília de Pentecostes – 19 de maio de 2018

Pentecostes: a festa do Espírito Santo

“A festa agrícola que celebrava a colheita passou a ser a festa da Lei depois que Deus enviou os 10 mandamentos a Moisés e, no Novo Testamento, tornou-se a festa da descida do Espírito Santo”. Assim Padre Denzil Crasta explicou a história do Pentecostes.

As leituras desta festa trazem ainda mais significados. Lucas, na primeira leitura, narra que os discípulos estavam reunidos quando começou uma forte ventania, apareceram línguas de fogo e os sinais do Espírito Santo se manifestaram: os apóstolos falaram em línguas diferentes e todos entendiam. “Essa passagem remonta ao Antigo Testamento, a Torre de Babel, quando todos falavam e ninguém se entendia. Lucas quer dizer que recebemos uma nova lei de Deus escrita no coração dos discípulos. A nova lei é o Espírito Santo”, disse o pároco.

Já no Evangelho do dia, Jesus é quem sopra o Espírito da vida sobre os apóstolos reunidos. Padre Denzil esclarece que receber o Espírito Santo traz consequências: perdoar os pecados. “Se a Igreja não leva a mensagem do amor e da misericórdia pelo mundo, as pessoas não terão seus pecados perdoados. Por isso, essa é a missão dos discípulos, anunciar o evangelho”.

Por fim, o padre frisou a importância de prestar atenção à “sequência” rezada nesta data especial, a qual percorre o caminho do batismo até a morte com os sete dons do Espírito. “Assim, devemos sempre rezar para que o Espírito Santo inunde nossas vidas com os sete dons e nos ajude a vencer obstáculos como o ciúme, o orgulho. Como diz Paulo, na segunda leitura, há vários dons, mas um só Espírito. É ele que nos traz para junto do corpo de Cristo. Ele é a cabeça e nós o corpo”, explicou o padre.

Após a Santa Missa, foi realizado o encerramento da Novena de Pentecostes nas quadras, cujo tema foi “O Espírito promove a liberdade”. Muito louvor, orações e uma linda pregação sobre o tema “Maria cheia do Espírito Santo”, baseada no texto bíblico Lc 1, 30-45 e proferida pelo pregador Carlos, da Paróquia Santa Terezinha, de Taguatinga.

Para encerrar a noite, os presentes fizeram Adoração a Jesus Sacramentado, na Vigília em preparação para o dia de Pentecostes, recebendo a bênção do Santíssimo Sacramento conduzida pelo nosso Pároco Pe. Denzil.

Confira aqui as fotos desses momentos

Confira aqui as fotos da Novena de Pentecostes nas Quadras

A nova lei de Jesus é o Espírito Santo

Chegou o Pentecostes! A grande festa da vinda do Espírito Santo sobre os apóstolos! E trouxe para a comunidade cerca de 30 crismandos que foram apresentados. Jovens que querem confirmar as promessas de seu bastismo e adentrar na vida adulta da fé. E o Pe. Denzil já fez o convite: “Vejam o serviço que vocês podem fazer na comunidade, procurem as pastorais e movimentos, grupos jovens e ajudem na unidade desta comunidade e da Igreja como um todo. Afinal, há diversidade de dons, mas um mesmo Espírito”.Missa de Pentecostes
Com a paróquia toda ornamentada especialmente para esta festa de Pentecostes, a Missa foi animada, com palmas, gestos e a participação dos crismandos em vários momentos, como no ofertório e na apresentação dos sete dons do Espírito: ciência, sabedoria, temor a Deus, fortaleza, inteligência, conselho e piedade. “E além dos dons, o Espírito Santo ainda traz os doze frutos e fica como dever de casa a leitura de Gálatas 5 para saber quais são”, disse o padre.
Mas aqui no site já da para adiantar, né!? Os doze frutos são: caridade, alegria, paz, paciência, longanimidade, bondade, benignidade, mansidão, fidelidade, modéstia, continência e castidade e espírito de amor e intercessão de Maria.Missa de Pentecostes
Pe. Denzil pediu que os fiéis não fechem os corações e a vida à ação do Espírito, porque ele é quem dobra o que é duro e aquece o que é frio, como foi rezado na sequência. “Foram-nos apresentados dois momentos da presença do Espírito hoje. O primeiro quando próprio Jesus sopra sobre os apóstolos, que é o sopro da vida, o mesmo que Deus soprou sobre o homem em Gênesis. E o outro 50 dias após a Páscoa, quando, na tradição judaica, se celebrava o recebimento da lei de Deus por Moisés no Monte Sinai. A vinda do Espírito Santo, portanto, é a nova lei de Deus”, explicou.

Eventos

Nothing Found

Sorry, no posts matched your criteria