Semana Santa

O sentido do Lava Pés é mostrado em bela celebração.

Começou o Tríduo Pascal na Paróquia do Verbo Divino e, com isso, a igreja ficou lotada para a celebração da Festa da Eucaristia e do Sacerdócio. Em todas as passagens da missa, Jesus reforça o convite para os fiéis viverem o amor fraterno em serviço. O evangelho começou dizendo que Jesus amou os seus até o fim e termina mostrando Jesus, o Mestre e Senhor, que lava os pés de seus discípulos e ensina que eles devem fazer a mesma coisa. É a união do amor com o serviço. Na época, apenas os escravos lavavam os pés de seus senhores.

Os 12 representantes voluntários da comunidade que participaram da encenação do lava-pés vivenciaram essa experiência de amor e serviço na carne. Um deles foi o Carlos Eduardo Feitosa Jacobino, de 9 anos.Semana Santa

“Se vou seguir Jesus? Claro, estou na igreja para isso. Foi muito legal. Eu já conhecia essa passagem da bíblia, porque eu faço catequese, mas foi a primeira vez que participei lá no altar”, contou animado.

Padre Denzil Crasta explicou que da liturgia de hoje destacam-se quatro realidades. “ A primeira é a Eucaristia, presença viva e verdadeira do Cristo para nós todos os dias na missa. A segunda é a igreja, a comunidade, porque a eucaristia se realiza na comunidade. Jesus disse que onde dois ou três estiverem reunidos no nome dEle, Ele estaria presente vivo e verdadeiro. A terceira é o sacerdócio sacramentado, já que é por meio do sacerdote que a eucaristia se perpetua e se atualiza o memorial da última ceia há mais de 2.000 anos. E, por fim, o mandamento do amor fraterno. A eucaristia não termina na igreja, mas continua sendo celebrada em cada gesto da vivência do amor, em se doar e servir para que a vida plena comece a se realizar aqui e agora”.

Semana SantaO pároco pediu ainda orações pelos padres e pelo Papa Francisco e que os fiéis compareçam à missa, pelo menos, aos domingos. E quem puder, tem as missas diárias. Mas frisou que é preciso participar desde o começo, desde a invocação da Santíssima Trindade até a benção final. Um dos representantes da comunidade no lava-pés já sabe bem o que é isso. O Luis Henrique Lopes de Souza, de 9 anos, faz parte da catequese e da Pastoral da Acolhida: “Quando as pessoas chegam, eu falo ‘bom dia, seja bem-vindo’ e quando saem eu digo ‘tchau, boa semana’”.

A missa terminou com a adoração ao Santíssimo Sacramento e sua trasladação ao salãozinho, onde está sendo feita a vigília. Para Ivonete Martins de Carvalho, de 74 anos, foi inesquecível. Ela também participou do lava-pés e contou que, fora o marido, só o padre beijou seus pés. “É uma experiência de amor, fé, coragem e vontade de viver e servir muito mais. É muita felicidade”, concluiu ela.

O Tríduo Pascal está só começando. Ontem, o grupo de jovens já encenou o início da via sacra, com a agonia e a prisão de Jesus. Hoje tem mais a partir das 9h na Paróquia do Verbo Divino. Participe!

VEJA AS FOTOS DA MISSA DE LAVA-PÉS.

4 respostas
  1. Terezinha
    Terezinha says:

    A Paz de Cristo!
    Participei da Celebração . Ficou muito bonita a reforma da igreja A capela do Santíssimo ficou muito acolhedora!
    Uma Páscoa abençoada p Todos

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *