Solenidade da Imaculada Conceição e entronização da imagem de São José no Centro Pastoral – 8 de dezembro de 2021

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Ontem, 8 de dezembro, celebramos a festa da Imaculada Conceição ao mesmo tempo em que encerramos o Ano Especial de São José.

Neste tempo do advento, em que nos preparamos para a vinda do Senhor, no final dos tempos, nos preparamos também para celebrar o mistério do nascimento de Jesus, o Verbo Divino, nosso Padroeiro, cuja encarnação deu-se em 25 de março, dia da anunciação.

Maria é a mulher do advento. Jesus nasce de seu ventre. Nasce para nos redimir de nossos pecados e Maria tem um papel importante nessa história da redenção. Ela é a primeira redimida. Escolhida para ser a mãe do salvador que, por sua obediência, soube dizer SIM a Deus.

Nos textos da liturgia, fazendo um paralelo entre Eva e Maria, nosso pároco instruiu que Maria é a nova Eva. Relembrou que, enquanto Eva acreditou na serpente, o antigo inimigo, Maria acreditou plenamente em Deus, colocando de lado sua própria vida. O pecado entrou no mundo pela desobediência de Eva, ao passo que Maria, diante da proposta anunciada pelo anjo, colocou-se com confiança nas mãos de Deus. Exortou-nos a ser como Maria e a confiar mais no Pai, apesar de qualquer dificuldade.

Na segunda leitura, São Paulo, em sua carta aos Efésios, nos fala que somos predestinados a sermos santos e irrepreensíveis e Pe. Vagner advertiu que a santidade é a nossa vocação. Deveríamos ser como Maria e continuarmos imaculados, mas desobedecemos a Deus. Ele nos reconcilia através dos sacramentos e nos convida a uma vida nova, pela redenção.

Ao abordar o encerramento do ano especial de São José, Pe. Vagner nos falou de sua importância na vida da igreja. Declarado Padroeiro Universal da Igreja, assim como Maria, se colocou nas mãos de Deus. São José, que pouco aparece nos evangelhos, tem sua força na obediência, na fidelidade e na coerência, nos mostrando que na simplicidade e na humildade, fazemos a vontade de Deus.

Ao final da celebração, os fiéis que se prepararam para a renovação da consagração à Nossa Senhora, foram convidados a se posicionar em frente ao altar e a pronunciar seus votos.

Na sequência, em procissão, a imagem de São José seguiu rumo ao Centro Pastoral, que leva seu nome, e foi entronizado em um local especial e convidativo à oração e meditação.

O “dogma da Imaculada Conceição”

Em 8 de dezembro de 1854 o Papa Pio IX declarava dogma de fé a doutrina que ensinava ter sido a Mãe de Deus concebida sem mancha por um especial privilégio divino. Na Bula Ineffabilis Deus, o Papa diz: “Nós declaramos, decretamos e definimos que a doutrina, segundo a qual, por uma graça e um especial privilégio de Deus Todo Poderoso e em virtude dos méritos de Jesus Cristo, salvador do gênero humano, a bem-aventurada Virgem Maria foi preservada de toda a mancha do pecado original no primeiro instante de sua conceição, foi revelada por Deus e deve, por conseguinte, ser crida firmemente e constantemente por todos os fiéis”. (https://formacao.cancaonova.com/igreja/doutrina/dogma-da-imaculada-conceicao/)

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.