Posts

Missa mensal em preparação para o Ano Jubilar – 2 de outubro de 2021

Hoje, a comunidade do Verbo Divino, mais uma vez, se reuniu para celebrar e se  preparar para seu Jubileu Paroquial que acontecerá em 2 de fevereiro de 2022. A celebração também deu abertura ao mês missionário.
A Eucaristia foi presidida pelo Pe. Djalma Antônio da Silva, SVD – Diretor do Centro Cultural Missionário – concelebrada pelo  nosso Pároco, Pe. Vagner Apolinário, SVD e por nosso vigário Pe. Carlos, SVD. Contou ainda com o auxílio do Diácono José Algaci.
Pe. Djalma relembrou a origem da palavra Jubileu no judaismo. Disse que é um tempo para se exercer o perdão, a misericórdia, a compaixão e a reconciliação. É tempo de se restabelecer a paz. A paz de que tanto o mundo necessita. É a ocasião para fazermos memória da história da nossa comunidade. De pessoas que por aqui passaram, padres missionários do verbo divino, leigos e leigas que trabalharam incansavelmente para que esta igreja chegasse a ser o que é hoje. Agora é  Tempo de rezar e agradecer pelo desempenho missionário, pelo amor à igreja e à missão. E, olhando para o passado, somos também convidados a olhar para o futuro, para os próximos 60 anos. Aquilo que os leigos e os padres desta paróquia fazem hoje, terá  reflexo no futuro e daqui a 60 anos serão colhidos os frutos. Então, importante é plantar coisas boas, misericórdia, perdão, compaixão.
Às vezes um planta e outro colhe. “Um é plantador e outro vai colher, em qualquer lugar é Deus Quem faz crescer”.  Por isso a nossa palavra é de gratidão. Gratidão a Deus e a todos. O jubileu paroquial deve ser um tempo de Graça, de encher-se de força para continuar o trabalho evangelizador, confiando na providência divina. Deus não falha. Deus é fiel.
No dia 24 de outubro será celebrado o 95° Dia Mundial das Missões.
o Dia Mundial das Missões foi instituído em 1926 pelo Papa Pio XI e é celebrado anualmente no penúltimo domingo do mês de outubro.
Pe. Djalma instruiu que neste ano o Papa Francisco elegeu para o mês das missões o tema: Jesus Cristo é missão e o lema: Não podemos deixar de falar sobre o que vimos e ouvimos (Atos 4, 20).
Disse o celebrante que quem toma a iniciativa da missão é Deus. É Ele que envia Seu Filho.
Quando experimentamos a força do amor de Deus, quando reconhecemos a Sua presença de Pai em nossa vida pessoal e comunitária não podemos deixar de partilhar o que vimos e ouvimos.
Pe. Djalma exortou-nos a rezar pelas missões e a participar da coleta solidária, cuja finalidade é financiar os projetos missionários no mundo inteiro.

Somos missionários do Verbo Divino!

Missa mensal em preparação para o Ano Jubilar e 51 anos do ECC – 2 de setembro de 2021

“Avança para águas mais profundas, e lançai vossas redes para a pesca”. (Lc 5,4b)

Com muita alegria e gratidão a Deus celebramos, neste 2 de setembro, mais uma missa mensal em preparação para o Ano Jubilar Paroquial. Celebramos também os 51 anos do Encontro de Casais com Cristo-ECC e, especialmente, por sua existência em nossa paróquia.

Nos disse nosso pároco, Pe. Vagner, em sua homilia, que a Palavra de Deus é muito oportuna. Na primeira leitura, São Paulo anima os Colossenses e lhes escreve com muita alegria, por ser uma comunidade que cresce no amor e busca dar frutos. Exortou-os a continuar assim e a buscar discernir, à luz do espírito, para serem dignos de Deus. Assim, os movimentos e pastorais de nossa paróquia devem buscar discernir, a cada momento, qual a vontade de Deus, enfrentando os desafios, à luz do espírito, para sermos também dignos Dele. É assim que a igreja avança.

Como no evangelho, também nós somos convidados a avançar para águas mais profundas e a lançar as redes. Isso não fazemos sozinhos, contamos com a colaboração de todos. A pesca é abundante e precisamos de outros barcos. Escutemos, pois, a voz do Senhor e, em atenção à Sua palavra, acolhamos o convite e avancemos.

Que a nossa paróquia seja essa barca que se lança para águas mais profundas, confiando na palavra do Senhor, com coragem e alegria, como tem sido até agora e que o Senhor nos ajude sempre, são os votos de nosso pároco.

Confira AQUI AS FOTOS

 

Terceira missa mensal em preparação para o Ano Jubilar – 2 de julho de 2021

Neste dia 2 de julho foi realizada a terceira Missa mensal em preparação para a grande festa do Ano Jubilar de nossa Paróquia. A santa eucaristia foi presidida pelo Pe. Carlos Vieira Lima, svd, Superior Provincial da Provincia Brasil Norte da Congregação do Verbo Divino e concelebrada pelos padres verbitas: Pe. Djalma Antônio da Silva, Diretor do Centro Cultural Missionário da CNBB, Pe. Wilson Feitosa Rodrigues, Pe. Sabinus Lewar, Pároco da Paróquia São João Batista – Gama-DF e Pe. Milan Knezovicz Pároco da Paróquia Imaculada Conceição, também no Gama, além de nosso pároco, Pe. Vagner Uilson Apolinário e de nosso vigário, Pe. Carlos Kelalu, auxiliados pelo nosso diácono José Algaci.

Pe. Carlos Vieira iniciou sua homilia explicando que o ano jubilar tem sua origem na tradição bíblica, no capítulo 25 do livro do levítico, que versa sobre o uso e descanso da terra e da restituição da possessão da terra ao antigo dono, no quinquagésimo ano, celebrando assim o jubileu dos filhos de Israel.

Sobre o ano jubilar de nossa paróquia, falou da caminhada e dos frutos colhidos ao longo dos anos, frutos materiais e, principalmente, frutos espirituais, através dos quais exercemos o serviço de Jesus Cristo. Frisou que é um tempo de fazer memória e compor a história dessa comunidade de fé.

Contou um pouco da vida de Santo Arnaldo Janssen, cuja família era fundamentada na oração e na Palavra de Deus e de como levou essa espiritualidade para a formação da Família Arnaldina, família igreja, família povo de Deus, espalhada pelo mundo inteiro, que tem como carisma a missão.

Ao final, expressou os votos de que nesta caminhada rumo ao ano jubilar, possamos fortalecer os nossos laços de família, seja na acolhida, na hospitalidade, no serviço, na missão, no cuidado com o outro, no perdão, na reconciliação e assim, saborear os frutos de nossa vida de fé em nossa caminhada de irmãos e irmãs na presença do Senhor.

“Sagrado Coração de Jesus fazei o nosso coração semelhante ao Vosso”

Confira AQUI AS FOTOS

Missa Penitencial – 26 de março de 2021

Hoje, às 5h30 da manhã, foi realizada a última missa penitencial desta quaresma. Foram seis sextas-feiras nas quais a comunidade se reuniu, neste tempo propício de reflexão e conversão, para louvar, agradecer, suplicar e pedir perdão a Deus pelos pecados cometidos. Durante esse período, fomos convidados a refletir:

Sobre as Obras de Misericórdia Corporais:

Dar de comer a quem tem fome

Dar de beber a quem tem sede

Vestir os nus

Dar pousada aos peregrinos

Assistir aos enfermos

Visitar os presos

Dar sepultura aos mortos

Sobre as Obras de Misericórdia espirituais:

Dar bons conselhos

Instruir os que não sabem

Corrigir os que erram

Consolar os tristes

Perdoar as injúrias

Sofrer com paciência as fraquezas do próximo

Rogar a Deus pelos vivos e defuntos

Sobre as Virtudes Teologais:

Esperança

Caridade

Sobre as Virtudes Cardeais:

Prudência

Justiça

Fortaleza

Temperança

Que as obras de misericórdia corporais e espirituais, bem como as virtudes teologais e cardeais nos ajudem a amar, respeitar e auxiliar o próximo em todas as suas necessidades e assim construirmos um mundo novo e muito melhor.

Confira AQUI AS FOTOS

Festa de Nossa Senhora de Lourdes – 11 de fevereiro de 2021

Neste dia 11 de fevereiro, festa de Nossa Senhora de Lourdes, a Igreja celebra o 29º Dia Mundial do Doente sob o lema “‘Um só é o vosso Mestre e vós sois todos irmãos’. A relação de confiança, na base do cuidado dos doentes”.

Conhecendo um pouco da história:

“Vocês não são obrigados a acreditar em mim, mas posso apenas lhes dizer o que vi e ouvi”. (Bernadete Soubirous)

 

Bernadete encontrou Nossa Senhora 18 vezes no local determinado, na gruta de Massabielle, às margens do rio Gave.

Antes de receber a revelação da Virgem, a jovem pastora a chamou “Aquero”, que, no dialeto local, significava “Senhora”. Maria apareceu-lhe assim: vestida de branco, com um longo véu sobre os ombros, uma faixa azul nos quadris e os pés descalços, cobertos por duas rosas douradas, como o rosário dourado e branco em seu braço.

 

França, pátria do Positivismo

Não foi por acaso que a Providência escolheu o lugar para aquelas manifestações marianas repentinas.

Encontramo-nos na França, no século XIX, onde triunfava a filosofia positivista, segundo a qual o homem, em sua bondade ou, pelo contrário, em sua maldade, estava totalmente determinado de ser inserido em uma sociedade precisamente boa ou má.

Em Lourdes, Maria reverte tudo isso, recordando a existência do pecado original e do livre arbítrio. Por isso, antes de agir na sociedade, dizia Maria, era preciso agir no coração humano. Era preciso converter-se.

11 de fevereiro de 1858

Para lançar sua mensagem de oração e caridade ao mundo, Nossa Senhora escolheu Bernadete, uma pastora de 14 anos. Fazia muito frio, naquele dia, em Lourdes. Então a jovem, com sua irmã e uma amiga, foi catar lenha nas proximidades da gruta de Massabielle. Ficando para trás, sentiu, de repente, uma ventania, que, porém, não balançava as árvores. Depois, viu uma grande luz, em meio à qual estava a figura cândida de uma jovem mulher. Aquela Senhora não falou com ela, mas lhe ensinou a fazer corretamente o sinal da cruz e, juntas, em silêncio, rezar o Terço. No final da oração, a visão desapareceu.

“Eu sou a Imaculada Conceição”

Três dias depois, em 14 de fevereiro, Bernadete sentiu um desejo irresistível de voltar à gruta, mas levou consigo água benta. Quando a Senhora apareceu, ela tentou aspergi-la. Mas a Virgem ficou inerte e, sorrindo, começou a rezar o Terço novamente com ela.

Era o dia 18 de fevereiro, a primeira vez que a Senhora conversou com Bernadete, fazendo-lhe o seguinte pedido: voltar ali por 15 dias, pedir aos padres para irem àquele lugar em procissão e ali construir uma igreja.

Em 25 de fevereiro, a Senhora pediu a Bernadete para comer a grama e escavar um buraco: assim, começou a brotar a água da nascente milagrosa, na qual os enfermos ainda hoje se emergem, pedindo a sua cura.

Finalmente, em 25 de março, dia da Anunciação, Nossa Senhora revelou-se, dizendo: “Eu sou a Imaculada Conceição”! Bernadete transmitiu esta frase ao pároco. Uma pastora não podia saber que o Dogma da Imaculada Conceição de Maria havia sido proclamado, apenas quatro anos antes, pelo Papa Pio IX.

Maria revelou muitas coisas a Bernadete em suas aparições, mas, sobretudo, propôs a ela e ao mundo o “Céu e a santidade”, como únicos objetivos da vida terrena, como também a penitência, para eliminar o pecado do mundo.

Santuário mariano internacional de Lourdes

As aparições de Lourdes atraíram para Massabielle, desde o início, muitos curiosos, com sua bagagem inevitável de ceticismo. Até Bernadete foi submetida a exames médicos e interrogada pelas autoridades eclesiásticas. Somente assim Maria permitiu a realização de acontecimentos prodigiosos para que as pessoas acreditassem.

Ali foi construída uma igreja e, em 1862, com uma Carta Pastoral, o Bispo de Tarbes consagrou Lourdes como Santuário mariano internacional.

Texto: Fonte: https://www.vaticannews.va/pt/santo-do-dia/02/11/nossa-senhora-de-lourdes.html

Em nossa paróquia, a celebração da missa das 7h30 foi realizada em frente à gruta de Nossa Senhora de Lourdes. Pe. Vagner, disse aos fiéis presentes que as aparições de Nossa Senhora manifestam o carinho de Deus por seu povo. Assim como em Lourdes, Maria surge sempre em momentos difíceis, de grandes dificuldades sociais. Aparece a pessoas simples, como Santa Bernadete, e nos convida à oração e à conversão. Nosso Pároco convidou a todos a rezar e buscar a conversão interior e, por ser também o dia mundial dos doentes, rogou à Nossa Senhora que interceda por nós e nossas famílias e, de modo especial, pelos doentes, vítimas da covid-19.

A PASCOM agradece a colaboração das paroquianas Dalva e Dulcimar pelo envio das fotos.

Confira AQUI AS FOTOS

Santa Missa 28 de Janeiro de 2021, 19h | Adoração Santíssimo Sacramento – Paróquia Verbo Divino DF

3ª Semana Comum | Santo Tomás de Aquino | Quinta-feira

Primeira Leitura (Hb 10,19-25)

Salmo Responsorial (Sl 23)

Evangelho (Mc 4,21-25)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, Jesus disse à multidão: 21“Quem é que traz uma lâmpada para colocá-la debaixo de um caixote, ou debaixo da cama? Ao contrário, não a põe num candeeiro? 22Assim, tudo o que está escondido deverá tornar-se manifesto, e tudo o que está em segredo deverá ser descoberto. 23Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça”. 24Jesus dizia ainda: “Prestai atenção no que ouvis: com a mesma medida com que medirdes, também vós sereis medidos; e vos será dado ainda mais. 25Ao que tem alguma coisa, será dado ainda mais; do que não tem, será tirado até mesmo o que ele tem”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Link para acompanhar a Adoração: https://ift.tt/34S3zBF

Neste tempo de afastamento físico, precisamos mais do que nunca da união dos católicos para manutenção da nossa Igreja (comunidade, Paróquia e Arquidiocese). Assim, estamos deixando aqui a conta da paróquia e contamos com a generosidade para doação de qualquer quantia.
Banco do Brasil
Ag:1003-0
Conta: 431059-4
Ver no YouTube

 

Santa Missa 24 de Janeiro de 2020, 10h – Paróquia Verbo Divino DF

3º Domingo do Tempo Comum

Primeira Leitura (Jn 3,1-5.10)

Salmo Responsorial (Sl 24)

Segunda Leitura (1Cor 7,29-31)

Anúncio do Evangelho (Mc 1,14-20)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor!

14Depois que João Batista foi preso, Jesus foi para a Galileia, pregando o Evangelho de Deus e dizendo: 15“O tempo já se completou e o Reino de Deus está próximo. Convertei-vos e crede no Evangelho!”

16E, passando à beira do mar da Galileia, Jesus viu Simão e André, seu irmão, que lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores. 17Jesus lhes disse: “Segui-me e eu farei de vós pescadores de homens”. 18E eles, deixando imediatamente as redes, seguiram a Jesus. 19Caminhando mais um pouco, viu também Tiago e João, filhos de Zebedeu. Estavam na barca, consertando as redes; 20e logo os chamou. Eles deixaram seu pai Zebedeu na barca com os empregados e partiram, seguindo Jesus.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Neste tempo de afastamento físico, precisamos mais do que nunca da união dos católicos para manutenção da nossa Igreja (comunidade, Paróquia e Arquidiocese). Assim, estamos deixando aqui a conta da paróquia e contamos com a generosidade para doação de qualquer quantia.
Banco do Brasil
Ag:1003-0
Conta: 431059-4
Ver no YouTube

 

Santa Missa 21 de Janeiro de 2021, 19h | Adoração Santíssimo Sacramento – Paróquia Verbo Divino DF

2ª Semana Comum | Santa Inês | Quinta-feira

Primeira Leitura (Hb 7,25–8,6)

Salmo Responsorial (Sl 39)

Evangelho (Mc 3,7-12)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 7Jesus se retirou para a beira do mar, junto com seus discípulos. Muita gente da Galileia o seguia. 8E também muita gente da Judeia, de Jerusalém, da Iduméia, do outro lado do Jordão, dos territórios de Tiro e Sidônia, foi até Jesus, porque tinham ouvido falar de tudo o que ele fazia. 9Então Jesus pediu aos discípulos que lhe providenciassem uma barca, por causa da multidão, para que não o comprimisse.

10Com efeito, Jesus tinha curado muitas pessoas, e todos os que sofriam de algum mal jogavam-se sobre ele para tocá-lo. 11Vendo Jesus, os espíritos maus caíam a seus pés, gritando: “Tu és o Filho de Deus!” 12Mas Jesus ordenava severamente para não dizerem quem ele era.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Link para acompanhar a Adoração: https://ift.tt/34S3zBF

Neste tempo de afastamento físico, precisamos mais do que nunca da união dos católicos para manutenção da nossa Igreja (comunidade, Paróquia e Arquidiocese). Assim, estamos deixando aqui a conta da paróquia e contamos com a generosidade para doação de qualquer quantia.
Banco do Brasil
Ag:1003-0
Conta: 431059-4
Ver no YouTube

 

Santa Missa 17 de Janeiro de 2020, 10h – Paróquia Verbo Divino DF

2º Domingo do Tempo Comum

Primeira Leitura (1Sm 3,3b-10.19)

Salmo Responsorial (Sl 39)

Segunda Leitura (1Cor 6,13c-15a.17-20)

Anúncio do Evangelho (Jo 1,35-42)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós!
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 35João estava de novo com dois de seus discípulos 36e, vendo Jesus passar, disse: “Eis o Cordeiro de Deus!” 37Ouvindo essas palavras, os dois discípulos seguiram Jesus. 38Voltando-se para eles e vendo que o estavam seguindo, Jesus perguntou: “O que estais procurando?” Eles disseram: “Rabi (que quer dizer: Mestre), onde moras?” 39Jesus respondeu: “Vinde ver”. Foram pois ver onde ele morava e, nesse dia, permaneceram com ele. Era por volta das quatro da tarde.

40André, irmão de Simão Pedro, era um dos dois que ouviram as palavras de João e seguiram Jesus. 41Ele foi encontrar primeiro seu irmão Simão e lhe disse: “Encontramos o Messias” (que quer dizer: Cristo). 42Então André conduziu Simão a Jesus. Jesus olhou bem para ele e disse: “Tu és Simão, filho de João; tu serás chamado Cefas” (que quer dizer: Pedra).

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Neste tempo de afastamento físico, precisamos mais do que nunca da união dos católicos para manutenção da nossa Igreja (comunidade, Paróquia e Arquidiocese). Assim, estamos deixando aqui a conta da paróquia e contamos com a generosidade para doação de qualquer quantia.
Banco do Brasil
Ag:1003-0
Conta: 431059-4
Ver no YouTube