3ª missa em preparação ao mês missionário extraordinário – Quadra 412 – 7 de agosto de 2019

Padre Denzil iniciou a celebração Eucarística saudando e abençoando as famílias das Quadras 211, 411, 212 e 412. Enfatizou que devemos sempre estar em ação pelo Evangelho, inspirados e impelidos pela Palavra e conduzidos pelo Espírito Santo, levando a Boa Nova de Jesus Cristo a todos aqueles nossos irmãos que não O conhecem ou que não O conhecem muito bem. E que a nossa vida e o nosso testemunho façam com que essa nossa igreja, cada vez mais, seja uma igreja autêntica, no sentido de viver a missão e de estar sempre em saída, indo ao encontro do outro.

Mulher, grande é a tua fé! seja feito como tu queres! ressaltou Pe. Denzil ao iniciar sua homilia. Comentando o Evangelho (Mt 15, 21-28), explicou que parece que Jesus despreza a mulher cananeia que se aproxima dele pedindo Socorro para sua filha, possuída e atormentada por um demônio. Acrescentou que também aquela mulher era possuída ou vivia a consequência do demônio que é a exclusão. Ela era pagã e não podia se aproximar da salvação, não podia então, se aproximar de Jesus Cristo, o salvador, o Messias que está no meio da humanidade. Na época, os judeus consideravam os pagãos como cães ou cachorrinhos. Diz o evangelho que Jesus não lhe respondeu palavra alguma e seus discípulos pediam que a mandasse embora. Viviam o contexto daquela época de exclusão dos pagãos de seu meio, mas, por insistência da mulher cananeia, por causa de sua fé, elogiada por Jesus, sua filha é curada. Também a própria mãe é curada e acolhida por Jesus no meio deles.

Meus irmãos irmãs a fé cura! Temos um ditado que diz que a fé move montanhas! Quem tem fé também encontrará obstáculos, dificuldades e desafios, mas parece que estas coisas se tornam pequenas, mais leves, nos lembrou nosso Pároco.

Ao contrário, na primeira leitura de hoje (Nm 13,1-2.25-14,1.26-30.34-35), para os homens enviados a explorar a terra de Canaã, seus habitantes pareciam gigantes e eles se compararam aos gafanhotos. Deus quer que os filhos de Israel entrem na Terra Prometida, mas eles não acreditam. Não creem nesse Deus que os capacita para entrar, então os obstáculos se tornam ainda maiores por causa da falta de fé, falta de acreditar, por falta de empenho e esforço do seu lado.

Em nossa vida cotidiana também temos dificuldades, desafios, muitas vezes imploramos e pedimos a Deus, em nossas orações, para que o milagre aconteça, para que o que buscamos seja realizado. Pe. Denzil nos exortou a termos fé, em primeiro lugar, e a empenhar todos os nossos esforços para alcançar aquilo que buscamos com convicção, assim como fez a mulher cananeia que foi perseverante, implorou e não desanimou apesar de toda resistência por parte dos discípulos e do silêncio por parte de Jesus.

Deus quer que nós alcancemos a vida plena. Deus quer que vivamos a paz em nossa Terra, nossa cidade. Deus quer que todas as famílias vivam o bem-estar total, a prosperidade, a harmonia. Deus quer que o povo brasileiro viva aquilo que sonha. Então nós, como cristãos seguidores de Jesus, como igreja, nunca devemos desistir daquilo que buscamos para o nosso povo: Justiça, paz, bondade, prosperidade para todos. Que esse exemplo da mulher cananeia seja para nós a inspiração do nosso dia a dia em nossas casas, nossas famílias, nosso trabalho.

Que neste dia em que estamos aqui reunidos para Celebrar esta última missa nas quadras, possamos agradecer a Deus pela caminhada durante esses três dias e que nossa peregrinação nos lembre, daqui em diante, de que somos missionários e missionárias de Jesus e que podemos testemunhá-Lo abertamente, publicamente, no meio da sociedade, com coragem, fazendo com que a Sua mensagem, a Boa Nova, chegue a todas as famílias e em todas as quadras, blocos e espaços de nossa cidade! São esses os votos de nosso Pároco.

Ao final da celebração, Padre Denzil agradeceu pela organização dos três dias de missa campal e pelas equipes que ajudaram nessa organização, o ministério de música e os espaços das missas nas Quadras. Parabenizou a todos os que colaboram para que a nossa missão sempre aconteça da melhor maneira possível, testemunhando o Cristo ressuscitado onde moramos.

Convidou para participar, amanhã, dia 08, da Hora Santa Missionária, cujo tema é Missão e o Jubileu da Arquidiocese. Convidou também para mais um momento com os Símbolos Missionários Peregrinos na Comunidade da Assunção, no dia 11, domingo, com procissão saindo da Paróquia às 7:45 e missa às 8h. E, ainda, para participar da Semana Nacional da família.

Após a missa foi oferecido um lanche comunitário.

Confira aqui as fotos do evento

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *