Primeiro dia do Tríduo em preparação para a Festa do Padroeiro – 13 de abril de 2021

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

“Ninguém subiu ao céu, a não ser aquele que desceu do céu.” (Jo 3, 13)

Teve início em nossa paróquia, o tríduo em preparação para a Festa do Padroeiro. Durante toda a tarde, seguindo uma escala prévia, representantes das pastorais, movimentos, ministérios e serviços, bem como outros fiéis da comunidade, estiveram em adoração ao Santíssimo Sacramento.

Originalmente a festa do nosso padroeiro acontece no dia 25 de março, todavia, tendo em vista essa data ter caído no período das celebrações pascais, nosso pároco houve por bem transferir as comemorações para o dia 16 de abril.

A Eucaristia foi presidida pelo Pe. Rafael Souza dos Santos, pároco da Paróquia Nossa Senhora da Saúde e concelebrada pelo nosso pároco, Pe. Vagner Apolinário, SVD e nosso vigário, Pe. Carlos Kelalu, SVD, assistidos pelo diácono Algaci.

Em sua homilia, Pe. Rafael disse que cristão é aquele que se configura ao Cristo. Quando nos levantamos depois de uma oração e nos esforçamos para colocar em prática aquilo que nossos lábios professaram, rezaram, falaram com Deus, nós verdadeiramente nos tornamos cristãos. Configurados, próximos, parecidos a Jesus Cristo, pois essa é a nossa missão.

Relembrou-nos que a poucos dias estávamos celebrando Cristo, que se dava como pão e vinho para nós. No dia seguinte, estávamos no velório, pois Cristo tinha se entregado e no sábado houve a grande ressurreição. A pergunta que cada um de nós deve fazer é: e agora? O que é que realmente muda em minha vida? Quantas páscoas eu já celebrei? Quantas vezes eu cantei que o Senhor ressuscitou? E em minha vida, o que mudou? Se na sua vida ou na minha vida nada mudou ou acrescentou em contemplar o augusto mistério da encarnação e ressurreição de Jesus Cristo, tem algo errado e não é com Jesus, é com o seu coração, é com o meu coração, instigou-nos o celebrante.

Frisou que a Palavra de Deus é um livro de fé, de moral e, quando temos a prática da palavra, a intimidade com a Palavra de Deus, naturalmente compreendemos que ali está a história da nossa salvação. Deus, em cada tempo, teve uma atitude diferente para nos salvar e nesses últimos tempos, Ele se encarnou. Não mandou mais profetas, não mandou mais juízes, Ele mesmo se fez gente e, se eu reconheço que Jesus se fez gente e caminha comigo, a minha alma está alimentada e a minha carne está domada, aí eu consigo construir uma comunidade viva e verdadeira, que consegue ver no irmão a face de Cristo.

É preciso fazer escolhas segundo a vontade de Deus pois, sendo templos do Espírito Santo, não podemos voltar para Deus sem produzir frutos. O nosso lugar é o céu, somos cidadãos do céu e fazer a vontade de Deus só é possível criando intimidade com Ele.

Hoje, segundo dia do Tríduo, a Santa missa será presidida pelo Fr. João Bendito F. de Araújo, OFM Reitor e Pároco do Santuário São Francisco de Assis, com o tema: “Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito para que não morra todo o que nele crer.” (Jo 3, 16)

Amanhã, a celebração será presidida pelo Pe. Cristiano José Soares, Pároco da Paróquia Divino Espírito Santo, com o tema: “Aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus”. (Jo 3,34ª)

Participe desses momentos festivos presencialmente na nave da igreja ou pelo canal da paróquia no Youtube: paroquiaverbodivinobsb, através do link: http://bit.ly/Youtube-PVD

E, se ainda não o fez, inscreva-se, precisamos melhorar nossa transmissão e atingir, no mínimo, 1000 inscritos.

Confira AQUI AS FOTOS

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.