Posts

Dia das Mães – Catequese – 11 de maio de 2019

Com muita alegria a Catequese da Paróquia do Verbo Divino recebeu as famílias dos catequizandos, neste dia 11 de maio para celebrar o Dia das Mães. A manhã teve início com a Leitura e partilha da Palavra, seguidas de um delicioso e farto café da manhã, especialmente preparado pelo(a)s Catequistas e custeado, em parte, pelo projeto Diziminho do Amor.

Na sequência, as famílias foram divididas em grupos para participar da gincana conduzida pela Catequista Luciana. A animação era contagiante e a alegria dos filhos em dividir com suas mães esse momento ímpar, estava estampada em cada rostinho, em cada sorriso.

Primeira vez que participo. Adorei! Ficou muito divertida a gincana com as mães, nos disse a Catequista Andrea Oliveira, que iniciou no grupo, neste ano.

Parabéns a toda a catequese! A homenagem às mães foi muito linda, divertida e a participação foi muito boa! Palavras da Catequista Glória.

Parabéns ao grupo da catequese. Tudo muito organizado e bom! Que celebração maravilhosa de hoje, Deus sempre iluminando a mente de quem prega. Mensagem da D. Cecília, avó do Catequizando Guilherme da Eucaristia 1B.

Mãe, você é a Primeira Catequista! Aquela que:

“Fala com sabedoria e ensina com amor” (Pr 31,26)

Queridas Mães, felicidades neste dia especial e por toda a vida, afinal ser MÃE é todo dia, em tempo integral, com toda alegria!!

Confira aqui as fotos desse momento

 

A Catequese 2019 já começou!

A catequese 2019 da Paróquia do Verbo Divino iniciou a todo vapor! Crianças, jovens e adultos se inscreveram para mais um ano de aprendizado e amadurecimento da fé.

Até o momento, estão inscritos 159 catequisandos, sendo 147 crianças e jovens e 12 adultos.

Na turma dos pequeninos, algumas crianças não dispensaram a presença de seus pais durante o encontro ou do lado de fora da sala.

No momento da Celebração Eucarística, o comportamento dos pequenos não foi diferente de outros anos. O primeiro dia é sempre de alegria, conversas, agitação, choros e questionamentos se a missa já está acabando. Temos observado que,  ao longo do ano, esse quadro tende a melhorar. As crianças aprendem a interagir e a responder às perguntas feitas pelo Padre, chegando a surpreender os adultos que também participam da missa.

Há um ditado que diz: “ninguém ama aquilo que não conhece”. É lindo perceber a evolução desse encontro com Jesus, desse conhecer e reconhecer a existência de Deus para Nele confiar e a Ele a vida entregar, como reza o estribilho do Salmo 1:  “É feliz quem a Deus se confia”.

Divulgue a catequese de nossa paróquia.

Formação:

O Papa João Paulo II nos disse: “A catequese é uma educação da fé das crianças, dos jovens e dos adultos, a qual compreende especialmente um ensino da doutrina cristã, dado em geral de maneira orgânica e sistemática, com fim de iniciá-los na plenitude da vida cristã” (CT). Segundo o Novo Catecismo da Igreja Católica (1992), “no centro da catequese encontramos essencialmente uma Pessoa, a de Jesus Cristo de Nazaré, Filho único do Pai (…)”.

“A finalidade definitiva da catequese é levar à comunhão com Jesus Cristo: só Ele pode conduzir ao amor do Pai no Espírito e fazer-nos participar da vida da Santíssima Trindade. Todo catequista deveria poder aplicar a si mesmo a misteriosa Palavra de Jesus: ‘Minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou’ (Jo 7,16)” (NCIC, 426-427).

Proclamação da Palavra

Em sua origem, o termo “catequese” diz respeito à proclamação da Palavra. O termo se liga a um verbo que significa “Fazer”, “Ecoar” (gr. Kat-ekhéo). Assim, ela tem por objetivo último fazer escutar e repercutir a Palavra de Deus. A catequese faz parte da ação evangelizadora da Igreja, que envolve aqueles que aderem a Jesus Cristo. Catequese é o ensinamento essencial da fé, não apenas da doutrina como também da vida, levando a uma consciente e ativa participação do mistério litúrgico e irradiando uma ação apostólica.

A missão do catequista mais do que passar as regras, a doutrina, é promover entre a Pessoa de Jesus e o catequizando um encontro pessoal. A verdadeira catequese promove um encontro com Jesus.

Fonte da formação: https://formacao.cancaonova.com/igreja/catequese/qual-importancia-da-catequese-para-fe-das-criancas-jovens-e-adultos/

Confira as fotos aqui

Crianças e jovens da catequese descobrem o que é Adorar!

Adoração“Eu senti meu coração bater mais forte”, contou Jéssica Tinoco Mello, de 8 anos. Ela é uma dos 21 catequisandos que participaram de uma manhã diferente neste domingo: foi dia de aprender o que é e como se faz Adoração. A iniciativa é uma parceria entre a Catequese e o Movimento de Adoração e Intercessão da Paróquia do Verbo Divino.

Adoração

Quem deu mais detalhes foi a adoradora, Madalena Bispo Gonçalves, depois de ler a passagem em que Jesus caminha sobre as águas (Mt 14, 22-23). “Adorar é orar. Nós somos humanos, pecadores, imperfeitos e quando passamos por tempestades, problemas na vida, uma prova difícil, a mamãe e o papai que brigam com a gente… Nessas horas a gente tem que pensar: ‘ eu confio no Senhor, Ele é verdadeiramente o Filho de Deus”‘, disse ela.

E ainda ensinou o que muito adulto não sabe até hoje: “Um padre muito fervoroso na oração um dia me explicou que, pelo menos por 15 minutos, depois que a gente recebe a comunhão, Jesus fica dentro da gente, vivo. Por isso, não se deve tomar a comunhão e sair conversando ou mexendo no celular”.

Os meninos e meninas escreveram num barquinho de papel o que queriam entregar para Jesus. “Eu pedi boas notas e pela saúde do meu avô e da minha família”, disse Gustavo Costa, de 14 anos, que está na turma do Crisma II.

Em seguida, o grupo foi para a capela vivenciar na prática a Adoração. Eles rezaram com música, em silêncio e depositaram aos pés do sacrário, com Jesus vivo exposto, os barquinhos com os pedidos. “Só Tu és nosso porto seguro. Venha nos envolver com seu amor, na confiança, Senhor”, rezou a catequista e adoradora, Débora Perre.

Um Pai Nosso e uma Ave Maria encerraram o momento na capela. Mas o que os catequisandos acharam de tudo isso? “Muito bom, conversei um pouco com Jesus. Foi a primeira vez que participei de um momento de adoração!”, contou a crismanda Ana Luísa Carrilho, de 15 anos, que está no Crisma II. Ela é da mesma turma que o Gustavo Freire, de 14 anos: “Foi legal, eu consegui pedir a ajuda de Jesus”.

AdoraçãoTeve ainda uma dinâmica para que eles compreendessem que coisas boas como “oração”, “alegria” e “misericórdia” devem entrar e permancer nos corações. Já o que é ruim, deve sair e ir embora, como a água que jorrou da sacola quando eles espetaram e tiraram os palitinhos que significavam “ansiedade” e “medo”, por exemplo.

“Momentos como esses são muito importantes para as crianças. Elas aprendem a rezar, adorar, respeitar o sacrário e a ouvir pessoas diferentes dos catequistas”, afirmou a coordenadora da Catequese aos domingos, Neusa Borges.

E as adoradoras que comandaram a manhã ficaram muito felizes: “Eles ficaram em silêncio, ajoelharam direitinho em frente ao Santíssimo Sacramento. Então, o objetivo foi atingido!”, comemorou Débora junto com Madalena e Simone Maria Lara. Uma sementinha plantada no coração das crianças e adolescentes que já começa a dar frutos no Rodrigo Souza, de 14 anos: “Eu gostei de conversar mais com Jesus, vou fazer mais vezes”.

Você poderá ver mais fotos desse maravilhoso momento clicando AQUI.

 

Eventos