Vem Espírito Santo!

Começa hoje a Novena de Pentecostes nas quadras. Faltam duas semanas para a grande festa da Igreja que celebra a vinda dos Espírito Santo sobre Maria e sobre os Apóstolos. Foi a partir deste dia que o Espírito Santo impulsionou e deu novo ânimo no anúncio da Boa Nova que é o Evangelho.

A Novena é uma preparação para essa festa e é uma resposta a um decreto de 1897 do Papa Leão XIII que pediu para todos os católicos rezarem a novena de Pentecostes antes da solenidade. “Decretamos, portanto, e mandamos que em todo o mundo católico, neste ano e sempre, de agora em diante, a festa de Pentecostes preceda a novena em todas as igrejas paroquiais e também nos demais templos e oratórios” (tradução livre).

Vamos lá, então? O primeiro bloco a receber a novena é o Bloco R da 407 Norte. As orações começam às 20h e, quem quiser, ainda pode comprar o livrinho da novena: custa R$ 2,00 está à venda na secretaria da paróquia.

Com Jesus, a tristeza se transforma em alegria!

Foram sete dias de batalha na oração e, finalmente, chegou o dia da vitória! Nesta quinta (25 foi celebrada a Missa de Encerramento do VIII Cerco de Jericó em casa e, como prometeu Jesus no Evangelho, “a vossa tristeza se transformará em alegria” (Jo 16,20).

Na homilia, Pe. Denzil explicou que somos convidados a ver Jesus ressuscitado em cada tempo no próximo. “É preciso que nos tornemos testemunhas de Cristo fazendo a caridade. Que a luz que acendemos durante o Cerco ilumine as trevas e a escuridão das nossas vidas”, disse ele. E nada melhor do que percorrer esse caminho ao lado de Nossa Senhora, certo!?VIII Cerco de Jericó

O primeiro passo já foi dado durante os dias de oração. Após a missa, os fiéis fizeram alguns minutos de adoração ao Santíssimo Sacramento e, próximos à Gruta de Nossa Senhora, queimaram os papéis onde escreveram as suas intenções, a fim de que a fumaça chegue ao mais alto dos céus e os pedidos possam ser atendidos.

Mas atenção: o Cerco de Jericó não acaba por aqui. Como Paulo nos ensinou na primeira leitura, é preciso perseverar e continuar proclamando o Evangelho. E como fazer isso? Vivendo os mandamentos de Deus, sem cair no comodismo, como lembrou Pe. Denzil, e, a exemplo de Nossa Senhora, guardando o silêncio, sendo mais paciente e ajudando mais os outros.

E falando em ajudar, quem participou do VIII Cerco de Jericó foi convidado a fazer uma Ação Social e levar uma lata de leite em pó. Tudo o que for arrecadado será entregue aos Vicentinos da Paróquia do Verbo Divino no próximo sábado. Um gesto simples que ajuda muita gente! Até esta sexta-feira você ainda pode deixar sua doação na Paróquia.

E aí, vamos começar a mudança do mundo por nós mesmos? Tudo com Jesus, nada sem Maria!

E para ver mais fotos desse grande momento, clique abaixo:

http://paroquiadoverbodivino.com.br/missa-da-vitoria/

A paz do Senhor!

É tempo de oração! Missa dá início ao Cerco de Jericó Mariano, em casa.

Começou o VIII Cerco de Jericó em casa! Sob a motivação de permanecer no amor de Cristo e guardar seus mandamentos, como pediu Jesus no Evangelho desta quinta-feira (18), os fiéis se reuniram na Paróquia do Verbo Divino para abrir esse tempo de oração.

O Cerco de Jericó recorda a oração de Josué e do povo de Israel diante das muralhas da cidade de Jericó. Durante seis dias, todos deram uma volta ao redor da cidade e no sétimo dia, quando terminaram a sétima volta, ao toque da trombeta, todo o povo levantou um forte clamor e as muralhas da cidade caíram pelo poder de Deus (cf. Js 6).

Pe. Denzil conclamou todos a rezarem pelos jovens e pelo Brasil. Além disso, pediu que não haja divisões na comunidade: “Não devemos deixar que existam ‘nós e eles’. Somos um só em Cristo”.Padre Denzil

São esses dias de forte oração que a gente começa a viver agora. Só que dessa vez, vamos ter uma ajuda a mais: a intercessão de Maria, afinal, 2017 é um Ano Mariano. Lá se vão 300 anos desde que os pescadores encontraram os pedaços da imagem de Nossa Senhora Aparecida no Rio Paraíba. É ou não é para animar qualquer um!? O olhar de Maria vai acompanhar as orações de cada dia!

Então, permaneça firme no amor de Cristo e fiel à Misericórdia Divina e à Nossa Senhora. No horário que você escolheu, comece a rezar seguindo o roteiro do Cerco que já está no seu e-mail ou o que você pegou lá na Paróquia. Viva esses dias de clamor com fé e esperança no Deus que é capaz de vencer todos os impossíveis! Entregue-se a esta experiência de oração!

E para ver mais mais fotos desse grande momento, clique AQUI.

A paz do Senhor!

Novena de Pentecostes nas quadras da Asa Norte

Perseverando há mais de 25 anos, o Grupo de Oração da Renovação Carismática da Paróquia do Verbo Divino percorre Quadras da Asa Norte rezando a Novena em honra ao Espírito Santo.

A novena terá início no dia 26 de maio e se encerrará no dia 3 de junho de 2017, seguida de adoração ao Santíssimo.

Convidem familiares e amigos e juntos participem desses momentos especiais.

“Chegando o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar. De repente, veio do céu um ruído, como se soprasse um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam sentados. Apareceu-lhes então uma espécie de línguas de fogo que se repartiram e pousaram sobre cada um deles. Ficaram todos cheios do Espírito Santo e começaram a falar em línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.” (At 2, 1-4)

Centenário da aparição de Nossa Senhora de Fátima e Seresta das Mães – 13 de maio de 2017

No dia 13 de maio, data especial em que celebramos o centenário da aparição de Nossa Senhora de Fátima, foi também o dia em que homenageamos nossas mães com uma linda seresta em nossa paróquia.

Em entrada solene no início da missa, sobre um andor lindamente ornamentado com flores, a bela imagem de nossa mãezinha querida foi conduzida até o lado do altar.

Após a santa missa, Pe. Denzil convidou a comunidade a rezar o santo terço, na intenção de todas as mães ali presentes.

As aparições de Nossa Senhora em Fátima às crianças Lúcia, Jacinta e Francisco, tiveram início em 13 de maio de 1917, na Cova da Iria, em Fátima, Portugal.

Nessas aparições, ela pediu a devoção dos cinco primeiros sábados, para que se rezasse o terço, meditasse os mistérios do Rosário, confessasse e recebesse a Sagrada Comunhão, em reparação aos pecados cometidos contra o seu Imaculado Coração.

Ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o Céu, principalmente aquelas que mais precisarem.

Rainha do Santíssimo Rosário, rogai por nós.

Confira aqui as fotos da Seresta das Mães

VIII Cerco de Jericó na Paróquia do Verbo Divino

É com muita alegria que viemos convidá-lo(a) a participar do VIII Cerco de Jericó em Casa, promovido pela Paróquia do Verbo Divino – Brasília /DF.
O evento será de 18 a 25 de maio de 2017, com a Missa de Entrega e Abertura no dia 18, às 19h , e Missa de Encerramento e Agradecimento no dia 25/05, às 19h.
Para se inscrever, basta clicar no link ao lado https://goo.gl/forms/dMn7yv2Czxx5EXtt1. Digite o seu melhor email para que possamos enviar o roteiro para você.
O VIII Cerco de Jericó em Casa terá como tema Nossa Senhora, em virtude do Ano Nacional Mariano. Ela que foi aquela que confiou plenamente em Deus, também  nos levará a buscar essa confiança e assim quebrarmos as muralhas dos nossos impossíveis.
Aguardamos a sua inscrição manifestando sua adesão para participar do VIII Cerco de Jericó em Casa na certeza de que muitas muralhas dos seus impossíveis serão derrubadas e de que Deus agirá poderosamente em sua vida, com a intercessão da Mãe Santíssima.
Para se inscrever basta clicar no link abaixo:
No Amor de Cristo: Paz e Bem!
Movimento de Adoração e Intercessão na Paróquia do Verbo Divino
“Buscai o Senhor enquanto se deixa encontrar. Invocai-O enquanto está perto!!   (Is 55,6)

Comemoração dos 10 anos de ordenação sacerdotal do Pe. Denzil

Padre Denzil, se já louvamos e bendizemos, hoje louvamos e agradecemos muito mais pelo dom de sua vida, da qual a Providência Divina se serviu a fim de nos permitir estar aqui para agradecer mais um ano de sua ordenação sacerdotal. Na vida, há acontecimentos e datas dos quais não podemos esquecer e, no que diz respeito à sua vocação, muito mais se torna importante fazer memória, principalmente como atitude de ação de graças pelo dom recebido.

A Paróquia do Verbo Divino em Brasília é abençoada pela sua presença e pelo seu trabalho, sua sabedoria pastoral e também os seus conselhos que sempre nos direcionam para o caminho certo. Padre, festejar mais um ano de ordenação sacerdotal é ter a chance de fazer novos amigos, ajudar mais pessoas, ensinar novas lições, sorrir por novos motivos, amar mais ao próximo, dar cada vez mais amparo, rezar mais preces e agradecer mais vezes, é também amadurecer um pouco mais e olhar a sua missão de lançar as redes como uma dádiva de Deus.

Hoje, nós paroquianos aqui presentes, e, quem sabe, ausentes, compreendemos um pouco a vocação para o sacerdócio como sendo um dom divinal, um dom para o qual é preciso abrir mão de muitas coisas essenciais na vida, como a família, o conforto, os amigos, a liberdade, um verdadeiro despojar-se de si mesmo, para que no fim se obtenha o tudo ofertado pelas mãos de Deus. É ser grato, estar disposto, é ser forte, destemido, mesmo que o coração esteja partido pela dor, é ser rima, é ser verso, é ver Deus no universo.

Podemos afirmar, Padre, que comemorar o aniversário de ordenação é comemorar a vida, pois o sacerdote não é apenas o homem da liturgia, mas, aquele que faz da sua vida um culto litúrgico, identificando-se com a realidade da cruz, que é doação, amor e entrega aos irmãos e à Igreja, fazendo da sua vida um sacramento intenso e fecundo.

Também para a Igreja, a Ordenação Sacerdotal é um momento marcante e significativo, pois reafirma a aliança de Deus com a humanidade. Não estamos sós. Cristo caminha conosco pela intercessão das mãos consagradas do Sacerdote, que em cada celebração Eucarística O coloca vivo entre nós; pleno de misericórdia, perdão e amor.

O dia 5 de maio é um dia festivo e abençoado para todos nós paroquianos, mas o é, principalmente para Deus, pois há 10 anos Ele recebeu o seu precioso SIM. Por tudo isto, Padre Denzil agradecemos pelo seu contínuo esforço, zelo e dedicação e, principalmente, por ser este fiel amigo e pai espiritual que conduz, amorosamente, os nossos passos em direção a Deus. Saiba que somos muito felizes e nos sentimos agraciados por tê-lo em nosso meio. Nós lhe parabenizamos e pedimos as bênçãos de Deus e que Nossa Senhora das Graças o cubra e proteja com Seu Manto Celestial, estando à frente de todas as dificuldades e obstáculos que se puserem em seu caminho e que o Espírito Santo lhe impulsione cada vez mais a assumir sua vida sacerdotal.

Nesta hora nós: paroquianos, grupos, movimentos, pastorais, funcionários e de todos que fazem parte da Paróquia do Verbo Divino em Brasília, quiçá, do mundo inteiro, pedimos licença para, de mãos estendidas como forma de nossa gratidão e entrega, rezarmos pelo senhor.

 Ave Maria …

Silvia Maria Martins

Confira aqui as fotos do evento

Seresta das Mães – 13 de maio de 2017

Vem aí a tradicional Seresta das Mães da Paróquia do Verbo Divino…. boa companhia ao som de boa música e um cardápio prá lá de especial,  em que será servido um delicioso  Bacalhau a Gomes de Sá, pernil assado com farofa, salada Waldorf, arroz branco e arroz com brócolis.

Adquira já os seus convites, pois a venda está limitada!

Ainda tem dúvidas com relação ao Imposto de Renda?

28 de abril é o prazo máximo para entrega da declaração do Imposto de Renda. Por isso, a Pastoral Jurídica comunica que serão realizados MUTIRÕES DE ESCLARECIMENTO PARA AJUDAR NO PREENCHIMENTO DO IMPOSTO DE RENDA.

Os mutirões acontecerão nos dias:

  • 20/04 de 20h às 22h; e
  • 22/04 de 16h às 18h.

O atendimento será na sala 03 do Centro Pastoral, por ordem de chegada.

Lembramos, ainda, que a Pastoral Jurídica funciona toda terça feira de 10h às 12h.

 

Pastoral Jurídica da Paróquia do Verbo Divino

Semana Santa

SEMANA SANTA

Domingo de Ramos

A Semana Santa, período mais importante para fé do cristianismo, tem início no Domingo de Ramos, quando se celebra a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém, antecedendo os dias de Sua Paixão, Morte e Ressurreição.

“Aproximavam-se de Jerusalém. Quando chegaram a Betfagé, perto do monte das Oliveiras, Jesus enviou dois de seus discípulos, dizendo-lhes: Ide à aldeia que está defronte. Encontrareis logo uma jumenta amarrada e com ela seu jumentinho. Desamarrai-os e trazei-mos. Se alguém vos disser qualquer coisa, respondei-lhe que o Senhor necessita deles e que ele sem demora os devolverá. Assim, neste acontecimento, cumpria-se o oráculo do profeta: Dizei à filha de Sião: Eis que teu rei vem a ti, cheio de doçura, montado numa jumenta, num jumentinho, filho da que leva o jugo (Zc 9,9). Os discípulos foram e executaram a ordem de Jesus. Trouxeram a jumenta e o jumentinho, cobriram-nos com seus mantos e fizeram-no montar. Então a multidão estendia os mantos pelo caminho, cortava ramos de árvores e espalhava-os pela estrada. E toda aquela multidão, que o precedia e que o seguia, clamava: Hosana ao filho de Davi! Bendito seja aquele que vem em nome do Senhor! Hosana no mais alto dos céus! Quando ele entrou em Jerusalém, alvoroçou-se toda a cidade, perguntando: Quem é este? A multidão respondia: É Jesus, o profeta de Nazaré da Galiléia”. (Mt 21,1-11)

A Procissão de Ramos não é somente uma repetição do relato do evangelho. Tem o sentido de nossa peregrinação neste mundo e nos leva à vida eterna.

Os ramos abençoados neste dia são levados para casa, e, depois de secos, poderão ser trazidos para a igreja, no próximo ano, para que sejam queimados e usados na quarta-feira de cinzas, disse o nosso Pároco Pe. Denzil, em sua homilia.

Confira aqui as fotos do Domingo de Ramos em nossa Paróquia

QUINTA-FEIRA SANTA – 13 DE ABRIL DE 2017

Bênção dos santos óleos:

Uma das cerimônias litúrgicas da Quinta-feira Santa é a bênção dos santos óleos usados durante todo o ano pelas paróquias. São três os óleos abençoados nesta celebração: o do Crisma, dos Catecúmenos e dos Enfermos. Em Brasília, essa bênção acontece na Catedral Nossa Senhora Aparecida e é celebrada pelo nosso Arcebispo Dom Sérgio e todo o Clero. É um momento de reafirmar o compromisso de servir a Jesus Cristo.

Missa da Ceia do Senhor – Lava-pés:

O ritual do Lava-pés, realizado na Quinta-Feira Santa, nos recorda o gesto de amor de Jesus Cristo na última ceia. Esse rito é um ato litúrgico que repete o exemplo que Ele nos deixou para que também façamos o mesmo aos nossos irmãos.

“Depois de lhes lavar os pés e tomar as suas vestes, sentou-se novamente à mesa e perguntou-lhes: Sabeis o que vos fiz? Vós me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque eu o sou. Logo, se eu, vosso Senhor e Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar-vos os pés uns aos outros. Dei-vos o exemplo para que, como eu vos fiz, assim façais também vós.” (Jo 13,12-15)

Instituição da Eucaristia:

Também na Quinta-Feira Santa, a Igreja dá início ao chamado Tríduo Pascal. Durante a Última Ceia, Jesus, na noite em que foi traído, ofereceu ao Pai o Seu Corpo e Sangue sob as espécies do Pão e do Vinho, e os entregou aos apóstolos para que os tomassem, mandando-lhes fazer o mesmo em Sua memória.

Naquele momento de despedida, pelo mistério da Transubstanciação, que acontece em todas as Santas Missas no instante da Consagração, as espécies de pão e vinho são transformadas pelo Espírito Santo no seu Corpo, Sangue, Alma e Divindade, mantendo, entretanto a aparência original das mesmas espécies, instituindo assim, o Sacramento da Eucaristia.

“Tomou em seguida o pão e depois de ter dado graças, partiu-o e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim. Do mesmo modo tomou também o cálice, depois de cear, dizendo: Este cálice é a Nova Aliança em meu sangue, que é derramado por vós…” (Lc 22,19-20)

Instituição do sacerdócio:

O sacramento da Ordem foi instituído por Cristo juntamente com o da Eucaristia. Por isso, não há Eucaristia sem sacerdote (Ministro ordenado) e não há sacerdócio ministerial sem a Eucaristia. Ao presbítero cabe a presidência eucarística da comunidade. Por isso esses dois sacramentos – Eucaristia e Ordem – se implicam mutuamente.

“Fazei isto em memória de mim”. Com essas palavras, o Senhor instituiu o sacerdócio e deu-lhe poder para celebrar a Eucaristia.

Confira aqui as fotos da 5ª Feira Santa em nossa Paróquia

SEXTA-FEIRA DA PAIXÃO – 14 DE ABRIL DE 2017

Via Sacra encenada

Na Sexta-feira Santa, às 9 horas, o Movimento Jovem de nossa paróquia apresentou o sofrimento incomensurável da morte de Cristo no Calvário através da Via Sacra encenada. Com a Paixão de Jesus, conforme os Evangelhos, foi possível contemplarmos o mistério do Crucificado e rememorar o caminho sagrado por Ele percorrido, a fim de nos conquistar a redenção por Sua morte na Cruz… Neste ano de 2017, por ocasião da instituição do Ano Nacional Mariano, em celebração aos trezentos anos do encontro da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida nas águas do Paraíba do Sul, somos convidados a percorrer este caminho junto com Maria, mãe de Jesus e nossa mãe e por meio de seu olhar entrarmos no mistério da salvação.

O texto da encenação nos trouxe reflexões ligadas aos sentimentos de Nossa Senhora, seu coração, sua aflição, suas dores de mãe e mãe do Salvador e sua esperança.

Confira aqui as fotos da Via Sacra encenada em nossa Paróquia

Celebração Da Paixão Do Senhor

Na Sexta-Feira Santa não se celebra a Missa. Temos, porém, uma celebração que se chama Funções da Sexta-feira da Paixão, que tem origem em uma tradição muito antiga da Igreja que já ocorria nos primeiros séculos, especialmente depois da inauguração da Basílica do Santo Sepulcro e do reencontro da Santa Cruz por parte de Santa Helena (ano 335 d.C.).

Esta celebração é dividida em três partes, sendo a primeira parte, a leitura da Sagrada Escritura e da oração universal; a segunda parte, a adoração da Santa Cruz e a terceira parte, a distribuição da Comunhão Eucarística. Tudo isso compõe o memorial da Paixão e Morte de Nosso Senhor. Memorial não é apenas relembrar ou fazer memória dos fatos, é realmente celebrar agora, buscando fazer presente, atual, tudo aquilo que Deus realizou naqueles tempos.

Dessa forma, às 15h, foi celebrada a Paixão do Senhor com a leitura da Sagrada Escritura e da oração universal, seguida da adoração à santa cruz, momento em que a cruz foi apresentada solenemente à comunidade e cada um dos fiéis a beijou com reverência. Logo após, foi distribuída a Comunhão Eucarística.

Às 18 horas, Pe. Denzil fez o sermão do Descendimento da Cruz

Havia um homem, por nome José, membro do conselho, homem reto e justo. Ele não havia concordado com a decisão dos outros nem com os atos deles. Originário de Arimatéia, cidade da Judéia, esperava ele o Reino de Deus. Foi ter com Pilatos e lhe pediu o corpo de Jesus. Ele o desceu da cruz, envolveu-o num pano de linho e colocou-o num sepulcro, escavado na rocha, onde ainda ninguém havia sido depositado. (Lc 23,50-53)

Na sequência, a Catequese, juntamente com a comunidade, meditou e rezou o terço das “Sete dores de Nossa Senhora”, buscando consolar seu coração transpassado de dores. São elas: A profecia de Simeão; A fuga para o Egito; A perda de Jesus no templo; O encontro com Jesus a caminho do Calvário; A dor aos pés da cruz; A Virgem Dolorosa recebe o corpo de Jesus em seus braços; e a dor de ver Jesus sepultado.

Jaculatória: “Ó Mãe de Misericórdia, lembrai-nos sempre das dores de vosso filho, Jesus Cristo.”

Confira aqui as fotos do Momento Mariano em nossa Paróquia