Posts

Missa da Vitória conclui o X Cerco de Jericó em Casa com testemunhos

Terminou hoje (8) a X edição do Cerco de Jericó em Casa da Paróquia do Verbo Divino. Com entusiasmo, fé e igreja cheia, o maior evento da paróquia teve seu desfecho com uma bela procissão e testemunhos que emocionaram os que tiveram ali presentes. O vigário da paróquia, padre Francisco, reforçou a importância de vivermos na verdade e com a verdade, que é Cristo Jesus. No Evangelho do dia, o apóstolo João relata uma das várias injustiças que Ele sofreu na terra quando os fariseus O julgaram mal ao dizerem: “Teu testemunho não é digno de fé”. E Ele respondeu: “Meu testemunho é digno de fé, porque sei de onde vim e para onde vou; mas vós não sabeis de onde venho e nem para onde vou”. (Jo 8, 13,14)

Cerco de JericóO vigário falou dos maus julgamentos e das inverdades de hoje: “não podemos julgar ninguém, sobretudo senão tivermos a certeza, pois estaremos correndo o risco de incorrer em mentiras. Quantas notícias falsas são espalhadas diariamente por aí? Nem tudo é o que parece! E mesmo em nossa comunidade podem haver enganações, o que gera conflitos.”

Ao final da celebração, todos seguiram, em procissão, com as velas usadas durantes os 7 dias de Cerco de Jericó em Casa e as intenções colocadas no cesto foram queimadas para que as súplicas fossem levadas ao céu.

 

Veja mais fotos da Missa da Vitória

X Cerco de Jericó em Casa Movimenta Paróquia

Foi com muita alegria que hoje começou o X Cerco de Jericó em Casa na Paróquia do Verbo Divino. O tema deste primeiro Cerco do ano foi ao encontro do ‘sim’ de Nossa Senhora, aquele ‘sim’ que abriu a porta para uma nova humanidade por conta de sua humildade. Ela disse: “Eis aqui a serva do Senhor!” (Lc 1,38). Com este despojamento, fez-se novas todas as coisas porque Maria aceitou sua cruz.

No intuito de quebrar as muralhas dos impossíveis, o Cerco de Jericó proporciona uma nova realidade aos que creem e que aceitam, sem murmurar, a cruz de cada dia. O momento é de Quaresma e o cristão deve saber que não há salvação sem Cruz: “Senhor, ensinai-me a amar como vós nos amastes” (Papa Francisco, JMJ, 2019). E Ele provou que basta acreditar, que basta ter fé para que vários milagres acontecam, como o relatado no Evangelho de hoje, em que cura, em Cafarnaum, o filho de um oficial do rei por conta da fé dele (Jo 4,43-54).

Cerco de JericóDurante a Homília, padre Norberto retomou o Evangelho e, também, lembrou a conquista de Jericó por Josué no sétimo dia: “durante seis dias o povo deveria dar uma volta em torno da cidade. No sétimo dia, sete voltas. Josué e todo Israel executaram fielmente as ordens recebidas por Deus. Durante a sétima volta, ao som da trombeta, todo o povo levantou um grande clamor e, pelo poder de Deus, as muralhas de Jericó caíram” (http://www.webradiodeusestanoar.com.br/home/?p=576).  “Muitas coisas que a Igreja apresenta não podem ser vistas por nós, mas o fato é que quando Jesus faz um milagre, Deus aprova os ensinamentos de Jesus. E até hoje acontecem os milagres. Um lugar onde teve milagres impressionantes é o Santuário de Lourdes, onde muitas pessoas têm sido curadas”, disse o padre.

Houve ainda a entrada dos Santos, de Jesus Misericordioso e dos elementos que compõem o Cerco como o Terço e o Roteiro. Ao final, houve a benção da Vela para que os cerquistas façam as suas orações. O X Cerco de Jericó em Casa vai até o dia 08/04.

 

ACOMPANHE AS FOTOS DA MISSA DE ABERTURA

Encerramento do IX Cerco de Jericó emociona a comunidade

Hoje, na missa das 18h, os fiéis se reuniram para celebrar Cristo Rei do Universo e a Quebra das Muralhas dos Impossíveis clamados durante o Cerco de Jericó. Padre Denzil Crasta explicou que Jesus diz que seu reino não é deste mundo num contexto em que ele está sozinho, sem a companhia de seus discípulos, em situação de fracasso diante de Pôncio Pilatos. “Vejam a resposta que Jesus dá. A realeza dos Reis deste mundo é o dinheiro, o poder, a glória, os exércitos. Mas a realeza de Jesus é a santidade, a vida, a graça. Um reino de amor e de justiça. Essa é a diferença.”

O presidente da celebração lembrou ainda que o reino de Jesus reconduz as pessoas para o Pai. Por isso, Ele estabeleceu seu reino aqui na Terra, apesar de ainda não o vivermos em plenitude. “Nós temos a missão de fazer parte desse reino, colaborar para que ele se estabeleça e que todos sejam reconduzidos ao Pai. Se não for assim, não adianta fazer 7 voltas na igreja rezando. Sejamos modestos em nossas orações e práticas”, esclareceu e pediu o padre.

Também foram apresentados os crismandos adultos deste ano, que participaram de um retiro neste final de semana. Em seguida, padre Denzil agradeceu a todos os cerquistas e ao Movimento de Adoração e Intercessão pelo IX Cerco de Jericó na Paróquia e participou da procissão das velas para queimar as intenções depositadas no cesto ao longo dos 7 dias e 7 noites de oração. “Que Deus conceda todos os nossos pedidos e abençoe as nossas famílias. Amém.”

 

VEJA MAIS FOTOS

Ação Concreta: Movimento de Adoração e Intercessão entrega alimentos aos vicentinos

Cerco de JericóNa noite deste último dia 28, o Movimento de Adoração e Intercessão da Paróquia do Verbo Divino entregou aos Vicentinos uma cesta de alimentos provenientes das doações que ocorreram no VIII Cerco de Jericó na paróquia. Em sintonia com o lema dos adoradores, Entrar Para Adorar e Sair Para Servir, e com o Ano do Laicato, momento que se tem a Igreja em Saída, as doações representam o espírito de caridade real que todo cristão deve ter.

Ao final da entrega, agradeceram e ficaram satisfeitos. Vale lembrar que os vicentinos, ou Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP), também conhecida por Conferências de São Vicente de Paulo ou Conferências Vicentinas, é um movimento de leigos que se dedica à pratica da justiça e da caridade, à realização de iniciativas destinadas a aliviar o sofrimento do próximo, particularmente os social e economicamente mais desfavorecidos, mediante o trabalho coordenado de seus membros.

E tudo acabou assim…ou apenas Começou?

25 de novembro de 2017, dia da Missa que encerrou o VIII Cerco de Jericó na Paróquia do Verbo Divino. E terminou em grande estilo.

O paróco ,Padre Denzil Crasta, iniciou o momento com a Adoração ao Santíssimo e falou que o Cerco de Jericó foi um momento de Oração, Intercessão e Agradecimento.

Cerco de JericóNesse dia, também, foram comemorados o Dia de Cristo Rei do Universo e a abertura do Ano do Laicato, que fundamentou o Cerco deste ano. Por conta disso, de forma precisa, o pároco explicou aos fiéis acerca das leituras da Santa Missa onde apareciam os ‘3 reis’.

“O primeiro rei é aquele que cremos e adoramos, Ele é o bom pastor e condena os maus. O bom pastor é aquele que guia e busca as ovelhas. E, de fato, a profecia se cumpriu com a vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo, o grande pastor, o rei da terra e dos céus, que salvou a todos nós”, disse padre Denzil.

“O segundo rei é o rei dos vivos e dos mortos, um rei soberano que vence TODO o mal, inclusive a morte!”

“O terceiro rei que é apresentado na leitura de hoje é um rei ‘juiz’, que estará presente em nosso julgamento final. E esse juiz é Jesus Misericordioso, aquele que conhece nossa misérias e nos perdoa. Portanto, Ele é o rei da salvação”. O pároco ainda citou a passagem da Bíblia. “Quando o Filho do Homem vier . . . , todas as nações serão reunidas diante Dele, e ele separará as pessoas umas das outras, assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos. E porá as ovelhas à sua direita, mas os cabritos à sua esquerda.” — Mateus 25:31-33. E perguntou aos fiéis: “vocês querem ser ovelhas, em que Cristo Misericordioso se revela, ou ovelhas? Porque ‘Então, dirá o Rei a todos que estiverem à sua direita: Vinde, abençoados de meu Pai! Recebei como herança o Reino, o qual vos foi preparado desde a fundação do mundo —Mateus 25:34′”

E, finalizando, o padre clamou a todos para que, mesmo após o Cerco, continuem adorando na capela e praticando a caridade, em sintonia com o lema dos adoradores: ENTRAR PARA ADORAR E SAIR PARA SERVIR, buscando, assim, um mundo mais fraterno!

VEJA TODAS AS FOTOS DESSE BELO MOMENTO!

 

 

 

Em poucas palavras, padre Vinícius disse tudo…

7 Missas da Meia-Noite com muita disposição e animação. Assim foram as 7 Bençãos Especiais do VIII Cerco de Jericó da Paróquia do Verbo Divino. E hoje (25), como não poderia ser diferente, finalizou-se com a Missa da Bênção para Todas as Graças…e quantas graças!Cerco de Jericó

Ordenado esse ano, padre Vinícius, vigário da Paróquia Nossa Senhora da Esperança, fez uma breve homília que fez compreender o significado da palavra Graça: “Graça é quando Deus está presente em nossas vidas, ela não é um poder e nem uma magia!”, disse ele.

O ser humano nasce com o pecado original mas Deus nos dá a Graça de recebermos o Espírito Santo (e nos dá de graça). Para tanto basta que se suplique com muita fé. O sacerdote ainda falou aos fiéis que a verdadeira Graça se faz presente por meio das obras e dos bons frutos. “Mesmo sendo maus por conta do pecado original, em sua Misericórdia Infinita, Deus permite que recebamos as suas graças para fazer o bem”.

E como alcançar a Graça? Padre Vinícius explicou que basta pedir àquela que é Cheia de Graça, à Nossa Mãe, à Nossa Senhora. Mas enfatizou que o verdadeiro cristão sabe o que pedir porque não se deve esperar que o Rei do Universo atenda a ninharias provindas do egoísmo humano. O que pedir então? “Peçam a graça de receber o Espírito Santo”, finalizou o padre.

Veja todas as fotos desse inesquecível momento clicando aqui.

E hoje finaliza-se Cerco de Jericó com a Missa de Encerramento. Não deixe de participar! O horário? Será às 18h. Traga a sua vela para que ela seja abençoada.

Em clima de muita alegria, Frei Almir celebra Missa da Justiça e da Paz

Momento único foi presenciado por dezenas de fiéis na paróquia: a 6ª Benção Especial do VIII Cerco de Jericó, a Missa da Justiça e da Paz, que trouxe mais graças a todos. O celebrante Frei Almir, da Paróquia São Francisco de Assis, convidou a todos, inicialmente, para que rezassem pelos jovens e pelos injustiçados.

Em seguida fez uma observação importantíssima que fez perceber como que, muitas vezes, se está presente em uma Missa apenas fisicamente, onde o coração e os pensamentos estão voltados para outras áreas. Por isso enfatizou que os cristãos não devem ouvir uma leitura proferida pelo padre como se estivesse ouvindo uma notícia, mas deve, naquele momento, olhar para o padre (e não para o slide) e imaginar que é Jesus pregando para as multidões. Assim a celebração não se tornará algo ‘mecânico’ e/ou robotizado.Cerco de Jericó

Afinal de contas, “a Palavra de Deus tem poder e não deve ser tratada como algo secular. Se queremos que a Justiça e a Paz reine, devemos ouvir a palavra com atenção, pô-la em prática e rezar fervorosamente”.

O Frei ainda citou as injustiças pelas quais o povo brasileiro passa em função de ‘políticas’ que não respeitam a dignidade e a honra do ser humano, injustiças que podem ser cometidas por um padre, por  uma freira (afinal ele não são super-heróis). Disse que deve-se relevar porque “todos erram” (inclusive aqueles que só criticam) e agir com Misericórdia, afinal “Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus, Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa”.
(Mateus 5:10-11). “Dessa forma seremos luz do mundo e sal da terra. Que o Evangelho seja o tempero de nossas vidas porque a Palavra de Deus ilumina a nossa caminhada e nos livra da escuridão provocada por palavras ‘sem valor’, pela fofoca”, disse Frei Almir.

E, concluindo com chave-ouro, disse que devemos estar em paz conosco mesmo para conseguir transmití-la aos nossos irmãos.

Ter paz no coração é uma Benção e uma Graça que reflete a verdadeira felicidade. Por isso nessa madrugada de quinta para sexta teremos a Missa da Bênção para Todas as Graças.

Veja as fotos da Santa Missa.

 

O que Frei Bernardo disse, sem dúvidas, surpreendeu a todos.

Como todos momentos foram muito esperados, a Missa da Alegria não pôde ser diferente. Presidida por Frei Bernardo, da Paróquia São Francisco de Assis, a celebração, que reuniu fiéis de várias paróquias nesta quarta (23), teve como tema central…a Alegria.

Cerco de JericóEm mundo onde a alegria está firmada nos mais diversos pilares, o Frei apresentou a mais simples das alternativas para uma mudança real de vida: “A alegria está em servir a Jesus”. E falou que o pecado nada mais é do que a tristeza na qual o ser humano se afunda, que o pecado rouba a realização do próprio Deus.

E Ele, em sua infinita Misericórdia, fez com que viesse a esse mundo o seu Filho para que tirasse o ser humano da escuridão, do pecado, da tristeza! E, complementando, Frei Bernardo disse: “Para viver a alegria, temos que viver a Palavra de Deus mesmo que as aflições nos atormentem porque Ele e sua Palavra são os remédios para a verdadeira felicidade”.

Explicou a todos que Maria recuperou a esperança e trouxe a felicidade a um povo por meio de seu Filho que carregou em seu ventre. Por conta disso, Ela fez toda uma geração ser mais feliz. “E vocês, meus irmãos, devem manifestar e levar a alegria como fez Nossa Senhora, mas por meio da Eucaristia”.

Finalizando, o Frei disse aos fiéis que a verdadeira alegria não está nos milagres, nas curas, mas está em viver em paz, uma paz que só se tem quem, realmente, teve um encontro com Deus!

E nessa madrugada de quinta para sexta-feira terá, na Paróquia do Verbo Divino, a Missa da Justiça e da Paz. O sentido desta celebração é para que sempre busquemos a Paz onde ela se encontra: sempre de mãos dadas com a Justiça.

 

Quer ver mais fotos desse abençoado momento?! É só clicar AQUI.

Pe. Roger dá uma aula sobre o Perdão!

Nesta quarta-feira (22), o padre Roger Araújo, sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova, celebrou a Missa na paróquia do Verbo Divino e proferiu um sincero e verdadeiro discurso sobre o perdão.Cerco de Jericó

Em sintonia com o roteiro do VIII Cerco de Jericó que está sendo realizado na paróquia, o celebrante falou acerca de pontos relevantíssimos que todos os cristãos devem observar se desejar a Misericórdia do Pai. O primeiro deles é o Perdão. “De nada adianta suplicar a Misericórdia Divina senão somos capazes de perdoar (…) Criticamos políticos, parentes, demais conhecidos mas somos incapazes de enxergar os nossos erros”. Ao não perdoar, o ser humano já está pecando. E enfatizou que o pecado ocorre, também, por omissão, por insensibilidade e pela fofoca “que é um grande mal que é cometido por aquele que não vê as suas falhas (e se as vê, não quer repará-las)”.

O intuito não foi de polemizar mas de fazer enxergar no momento em que disse que se os seres humanos soubessem realmente quem são, se soubessem qual a gravidade de seus pecados, não aguentariam e morreriam de tanto desgosto.

Padre Roger também disse que muitos casais, infelizmente, não são capazes de perdoar um ao outro, mas facilmente apontam o erro do companheiro(a) em um confessionário sem assumir o próprio. E quando se concede o perdão, ele é superficial.

E finalizou mostrando como a sociedade é afetada pelo mau julgamento. “Nos ofendemos quando um padre não nos cumprimenta (…) Temos a mania de querer que os outros nos aceitem, e a mania de não aceitar os outros como são ou estão, e por não haver o perdão, não tem como sermos perdoados”.

Como diz a letra de uma canção do Padre Zezinho, “Perfeita alegria, Perfeita alegria, Perfeita alegria, Se soubermos perdoar”. Por isso na madrugada dessa quarta para quinta-feira teremos a Missa da Alegria e desde já você já é convidado!

E não deixe de ver agora as fotos da Missa Alcançar o Perdão celebrada pelo padre Roger Araújo.

 

 

 

Eventos

Nothing Found

Sorry, no posts matched your criteria